Hospital recebe doação que vai ajudar no tratamento de pacientes da ala de isolamento respiratório

 Hospital recebe doação que vai ajudar no tratamento de pacientes da ala de isolamento respiratório

Doação importante para ala do isolamento respiratório do HMDPF

Na manhã desta quinta-feira (08/04), o Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes (HMDPF), recebeu uma doação importante para os tratamentos dos pacientes que são encaminhados para ala do isolamento respiratório do hospital. Sabendo da necessidade da compra de um compressor de ar e capacetes ELMO a loja maçônica Fraternidade São-mateuense em parceria com o clube da Acácias São-mateuense, se mobilizaram para realizar a doação.

Na ocasião, a gerente geral do HMDPF, Adriana da Cruz e Silva, falou sobre a importância dessa doação. “Esse compressor vai atender os dois ventiladores pulmonar que temos na sala de isolamento respiratório, pois o compressor que já existe no hospital não atendia essa ala, ele atende o centro cirúrgico e agora esse compressor de ar vai ser usado especificadamente na ala de isolamento respiratório”. Adriana contou que em uma conversa com o Dr. Marcos, repassou que essa era uma necessidade do hospital e com isso ele levou esse pedido.

O compressor de ar doado, irá fazer a mistura do oxigênio e do Ar comprimido (Ar comprimido é o ar estocado em galões, cilindros ou botijões), que será fornecido ao paciente pelos ventiladores pulmonares. Representantes da loja maçônica Fraternidade São-mateuense e do clube da Acácias São-mateuense, fizeram a entrega do compressor no hospital e explicaram que os capacetes já foram adquiridos e devem chegar em até 10 dias. “Quem faz o bem é o maior beneficiado, e nos trabalhamos para isso. Se pudermos fazer o bem para uma pessoa com essa doação, já estamos satisfeitos, e o que for possível estaremos fazendo, podem sempre contar conosco”, disse Júlio  C. Nezgoda, presidente da loja Fraternidade São-mateuense no momento do repasse do aparelho.

Capacetes ELMO

O capacete ELMO é um dispositivo de suporte ventilatório não invasivo capaz de manter uma pressão positiva contínua nas vias aéreas através da oferta de alto fluxo de oxigênio e ar medicinal, reduzindo consideravelmente o esforço respiratório do paciente. Por ser capaz de manter um percentual de oxigênio nas vias aéreas (21% – 100%), associada à pressão positiva contínua, o ELMO proporciona aos pacientes com insuficiência respiratória, a exemplo do quadro gerado pela COVID-19, a recuperação da função pulmonar.

 

Da redação Cultura Sul FM

Veja também