Dia 24 de Abril: Dia do chimarrão

 Dia 24 de Abril: Dia do chimarrão

Dia do Chimarrão é comemorado anualmente em 24 de abril.

O chimarrão é considerado um dos principais símbolos da cultura gaúcha, visto não apenas como uma bebida de paixão entre os sulistas do Brasil, mas também como um importante conector social.

Desde setembro de 2017, São Mateus do Sul é considerada a cidade da Erva-Mate, tendo recebido a Indicação geográfica (IG), a primeira relacionada a Ilex paraguaiensis nesta modalidade.

O ato de “tomar um mate”, como se diz no Rio Grande do Sul, pode ser interpretado como um convite social, visto que o chimarrão é uma bebida normalmente apreciada e compartilhada em grupos.

Em homenagem a este símbolo de grande importância para o gaúcho, foi criado o Dia do Chimarrão e do Churrasco, instituído a partir da Lei Estadual nº 11.929, de 20 de junho de 2003.

A escolha do dia 24 de abril para celebrar o chimarrão e o churrasco (considerado uma comida símbolo dos gaúchos), é uma homenagem a fundação do primeiro Centro de Tradição Gaúcha do mundo – CTG 35, em 24 de abril de 1948.

A tradição de fazer uma espécie de chá feito com a erva-mate era comum entre os indígenas que habitavam a região sul do Brasil e atual Uruguai, principalmente entre os guaranis, aimarás e quíchuas.

O modo de preparo de uma “mate” pode variar de acordo com a região e os hábitos de cada família. Alguns preferem um chimarrão morno, uns preferem mais quente, com água quase no ponto de ebulição, o que gera critica por parte dos órgãos da Saúde, devido aos danos que podem causar a garganta.

fonte: Clube do chimarrão Paulista.

Há diversidade na forma de preparo e manipulação da erva, variando de acordo com a preferencia por um chimarrão mais suave ou mais intenso. Existe o modelo de chimarrão Formigueiro, onde a água fica na parte inferior da cuia e a erva na parte de cima, mas deve ser feito com ervas mais finas, pra que essa camada não caia. O método mais comum é o de “chapéu” onde a erva ocupa mais ou menos metade da abertura da cuia. Existe também a prática de colocar plantas/remédios para dar um gosto a mais nessa infusão.

Para fazer um “mate” tradicional, é necessário: Cuia, Bomba, erva-mate tostada, água quente (ideal= 70º).

Da redação com informações do Calendarr Brasil.

Veja também

Leave a Reply