Após denúncias, Procon notifica postos sobre redução no preço da gasolina em São Mateus do Sul

O Programa de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) da Prefeitura de São Mateus do Sul notificou 11 postos de combustíveis sobre o preço da gasolina vendida para os consumidores na cidade.

Essa ação ocorreu depois que o Procon recebeu diversas denúncias de clientes que questionavam a alta de preços da gasolina na cidade, mesmo depois dos anúncios de redução no valor do combustível nas refinarias da Petrobras, sendo que em alguns municípios da região o valor é bem inferior ao combustível comercializado em São Mateus do Sul.

De acordo com um colaborador do Procon de São Mateus do Sul, explica, que as denúncias se desencadearam, após um vídeo ser lançado nas redes sociais, mostrando o baixo preço do combustível. “Diante deste post, diversos consumidores reclamaram sobre o preço da gasolina em São Mateus do Sul, comparado a cidades da região” conta.

Imagem Ilustrativa, retirada internet.

Diante disto, o Procon, notificou os postos, pedindo para que relatassem o preço da gasolina, “Nós comecemos a elaborar uma ‘Recomendação administrativas’, pedindo para os postos informassem, quais são os valores que estão sendo praticado, quais os valores que eram praticados e a variação do preço neste período” desabafa.

Em comunicado, a Petrobras afirma que os reajustes feitos pela companhia desde o final de 2016 no preço da gasolina nas refinarias foram responsáveis por cerca de 1/6 (o equivalente a 17%) do aumento médio verificado nos postos, indicando que não é a maior responsável pela alta sentida pelos consumidores.

PROCON de São Mateus do Sul, foto: Leandro.

“Segundo os dados da ANP, o preço médio da gasolina em outubro de 2016 – quando foi adotada a nova política de preços da Petrobras – era de R$ 3,69 por litro. Em fevereiro de 2018, havia subido para R$ 4,23 o litro. Houve, portanto, uma variação de 54 centavos. Neste total, os ajustes feitos pela Petrobras respondem por 9 centavos, ou seja, um sexto do ajuste total”, afirmou a estatal.

Ainda de acordo com o Procon, explica que a notificação, é um oportunidade das empresas, explicarem para o consumidor, o valor da gasolina. Porém se os consumidores continuarem reclamando sobre o preço dos combustíveis, precisam denunciar no Procon do Estado no 0800411512, onde o Estado possui um suporte jurídico, para abrir uma ação administrativa, investigando e penalizando alguma irregularidade pelo Código de Defesa do Consumidor.

 

Da Redação Portal Cultura Sul FM.

Veja também

Leave a Reply