Nova etapa de vacinação contra o sarampo inicia nesta segunda-feira

0
555

O objetivo da segunda etapa da campanha que começa nesta segunda-feira (18), em todo o Paraná e se estende até o dia 30 de novembro, é aumentar a cobertura vacinal contra o sarampo na faixa etária de 20 a 29 anos, que apresenta maior frequência de casos. Uma estimativa do Ministério da Saúde, disponível no Boletim Epidemiológico nº 34, mostra que 783.501 jovens paranaenses possivelmente não estão vacinados contra o sarampo.

No Paraná, entre os 368 casos confirmados na última semana, 195 estão na faixa de idade entre 20 e 29 anos, conforme o informe divulgado na quinta-feira (14).

A primeira etapa de vacinação foi voltada para crianças de seis meses e cinco anos incompletos, que são mais vulneráveis às complicações do sarampo. A realização desta segunda etapa é de suma importância para interromper a cadeia de transmissão do sarampo para reduzir o risco da doença e imunizar não vacinados ou com esquema incompleto para o sarampo.

“Estamos verdadeiramente preocupados com a situação do sarampo. Precisamos que todos que estão em dúvida ou que não tomaram a vacina sejam vacinados, é a única maneira de prevenir o sarampo”, afirmou o secretário de Saúde, Beto Preto.

DOENÇA – O sarampo é quase totalmente evitável com duas doses da vacina contra essa doença, que é segura e altamente eficaz. Altas taxas de cobertura vacinal — ou seja, 95% a nível nacional e dentro das comunidades — são necessárias para garantir que o sarampo não seja capaz de se espalhar.

De acordo com a Organização Mundial da Saúde, os maiores surtos estão em países que têm atualmente ou tiveram no passado baixa cobertura vacinal contra o sarampo, deixando muitas pessoas vulneráveis à doença.

As razões para as pessoas não serem vacinadas variam significativamente entre comunidades e países, incluindo falta de acesso a serviços de saúde ou vacinação de qualidade; conflito e deslocamento; desinformação sobre vacinas ou pouca conscientização sobre a necessidade de vacinar. Em vários países, o sarampo está se espalhando entre crianças mais velhas, jovens e adultos que não se vacinaram no passado.

Dúvidas sobre a vacina Tríplice Viral (que previne sarampo, caxumba e rubéola):
Do que a vacina é feita?
A vacina é feita de vírus vivo enfraquecido. Ela estimula o sistema imunológico a desenvolver anticorpos para combater os vírus causadores de doenças. A aplicação da vacina é por injeção subcutânea.
Em quanto tempo a vacina faz efeito?
A vacina faz efeito em aproximadamente 15 dias.

A vacina contra o sarampo está disponível gratuitamente o ano todo nas unidades básicas de saúde.

SESA/Reprodução

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome