Caminhão envolvido em acidente que matou professora é localizado

0
2399

A Polícia Rodoviária Federal localizou na tarde de ontem o caminhão suspeito de causar o acidente que matou a professora Roseli Salles, 41 anos, na tarde de terça-feira (17), em Araucária. Ela dirigia pela BR- 476, sentido Lapa, quando uma peça se soltou do caminhão e a atingiu dentro da caminhonete que conduzia, vindo a causar sua morte instantânea.

O caminhão foi localizado em Curitiba e será submetido à perícia, que apontará as responsabilidades e a razão da peça ter se soltado do sistema de freio.

Segundo informações , existem vídeos de postos de combustíveis da região, que gravaram o percurso do caminhão, que mostram o motorista efetuando um desvio a cerca de 300 metros da Unidade Operacional da PRF em Araucária. Esse local seria utilizado por motoristas que estão com excesso de peso e outras irregularidades. A Polícia Civil é a responsável pelas investigações do caso.

O proprietário do caminhão também foi identificado e compareceu ontem (18), na Delegacia de Polícia para prestar depoimentos. já o motorista, se apresentou à Polícia Civil na manhã desta sexta-feira (19), na Delegacia de Araucária.

Conforme o delegado Tiago Wladyka, o motorista disse não ter visto a peça se soltar e acertar o carro da professora. Disse ainda, que ficou sabendo do ocorrido pelo do dono do caminhão, que viu o caso na mídia.

O caminhoneiro foi liberado depois de prestar esclarecimentos.

Da Redação

Foto: PRF/Divulgação
Foto: PRF/Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome