Ratinho Júnior toma posse citando “um novo jeito de se fazer política”

O deputado estadual eleito, Emerson Bacil, participou representando a região e, numa conversa rápida com o apresentador Ratinho, compartilhou uma fotografia de 2010

0
3

Espelhado no pai, apresentador Carlos Massa – o Ratinho – presente na plateia com a família, Carlos Massa Ratinho Júnior foi empossado governador do Paraná nesta terça-feira (01/01). Na sua 1ª fala, na Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), o novo chefe do executivo paranaense disse que pretende fazer gestão eficiente, com os melhores profissionais, e “com a certeza de onde se quer chegar”.

Foto no momento da posse.

Autoridades e convidados de todo o Paraná prestigiaram a posse. O deputado estadual eleito, Emerson Bacil, participou representando a região e, numa conversa rápida com o apresentador Ratinho, compartilhou uma fotografia de 2010, quando da presença dele e do filho (agora governador) na região. “O Ratinho se recordou com muito carinho da lembrança e agradeceu ao apoio que demos ao filho. Desejando sucesso na assembleia e incentivo para o desenvolvimento da nossa região”, comentou o parlamentar.

Ratinho Júnior disse que terá agenda comum com o senadores, parlamentares federais e estaduais em prol do Paraná. Também sinalizou austeridade. “Não terei medo e não vou ceder um milímetro para acabar com os privilégios e excessos na máquina pública”, frisou. De acordo com o governador empossado, a redução de secretarias, de 28 para 15, é uma medida que mostra este novo rumo político que rompe com quatro décadas de comando por oligarquias.

Ao final, na Alep, bastante emocionado e em lágrimas fez referências aos familiares, em especial ao pai. Discurso que retornou, com o mesmo tom de emoção, no Palácio Iguaçu, após ser conduzido pela ex-governadora Cida Borghetti que lhe transferiu o mando estadual. O novo governador encerrou a fala com carinhoso abraço no apresentador Ratinho, seguido à mãe, esposa, filhos e demais familiares presentes.

Nas suas falas, infraestrutura de portos, estradas e ferrovias tomaram o tom do que pretende como governador. Segundo ele, uso de trens para logística de transporte de safras e rodovias melhores são linhas primazes de sua gestão. Somado de um governo eficiente e com foco em melhorar a educação e superar a carência de alimentos em algumas regiões, justamente num estado que tanto produz.

A ideia de modernização da infraestrutura se estende para outros setores e, conforme o governador, podem fazer do Paraná um estado ainda muito melhor. Isso tudo firmado numa equipe de governo e servidores capacitados e com empenho no trabalho. Tendo referências no pai, Ratinho Júnior ressaltou que gosta de acordar cedo e trabalhar. “Vamos fazer do Paraná um estado referência”, afirmou.

Toda a cerimônia, desde a chegada do novo governador na Alep, assinatura do termo de posse, condução até o Palácio Iguaçu e transição de governo, durou pouco mais de duas horas. Os atos da solenidade foram reduzidos para que Ratinho Júnior pudesse se deslocar para Brasília e acompanhar a posse de Jair Bolsonaro, de quem se tornou próximo e ajudou na condução da campanha em 2018.

Da redação com fotos Portal e assessorias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome