VÍDEO: pai invade escola para agredir aluno que supostamente praticou bullying contra seu filho

 VÍDEO: pai invade escola para agredir aluno que supostamente praticou bullying contra seu filho

Foto: Reprodução

Um homem invadiu uma escola estadual de Almirante Tamandaré, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC) e, agressivo, partiu para cima até mesmo de mulheres que estavam no local. A situação aconteceu no começo da tarde desta terça-feira (14), e um vídeo de câmera de segurança mostra a confusão. O motivo? Ele estaria revoltado por conta do filho, que teria sofrido bullying de outro aluno.

A confusão aconteceu por volta de 12h30, na Escola Estadual Professora Rosa Frederica Johnson, que fica na Vila Prosdócimo. A Banda B apurou que o homem conseguiu ter acesso à escola, e buscava pelo adolescente que teria, um dia antes, praticado bullying contra o filho dele.

Uma mulher, familiar de uma das crianças, contou à Banda B que tudo aconteceu por vingança.

“Dois adolescentes brigaram, no outro dia, o pai do aluno entrou na escola e agrediu esse menino que brigou com o filho dele”. 

Através do vídeo de uma câmera de segurança, que a reportagem teve acesso, é possível ver pelo menos um trecho da confusão no interior da escola.

Os alunos estão conversando, quando o homem chega agredindo a todos e correndo atrás de um adolescente. Algumas funcionárias tentaram intervir, e foram agredidas também.

“As mulheres do lanche, as atendentes, tentaram ajudar e ele acabou agredindo elas também. Não tinha nenhum homem no local que pudesse ajudá-las”

Na confusão, o homem – que é forte e usava uma regata preta – chega a derrubar um painel de avisos no pátio da escola. 

Veja o vídeo que registrou o momento

Desespero na escola

Conforme a familiar de uma das alunas da escola, há um policial que fica no local, mas ele não estava por lá no momento da invasão. 

“Depois foi chamada a polícia e tudo, mas a escola não se manifestou, não pediu para fazer reunião, nada. Foi bem complicado, porque as mulheres começaram a chorar, todo mundo ficou apavorado”. 

Pouco tempo depois, segundo a mulher, a escola avisou os pais que iria rever a segurança dos alunos. 

“Mas em momento algum falaram sobre o ocorrido. A gente soube porque as crianças falaram e vazou o vídeo”.

O que disse a Seed?

Procurada, a Secretaria Estadual de Educação do Estado do Paraná (Seed) confirmou o caso. Segundo a Secretaria, o pai de um aluno, ao chegar para buscar seu filho após as aulas, solicitou – na entrada da escola – a possibilidade de dialogar com uma das pedagogas.

“Após ser liberado para entrar, ele identificou um estudante que supostamente teria praticado bullying contra seu filho, investindo fisicamente contra o mesmo”diz a nota da Seed.

Conforme a Seed, a briga foi rapidamente separada e a direção da escola acionou imediatamente o Batalhão de Patrulha Escolar Comunitário (BPEC).

“Os oficiais chegaram ao local e registraram um boletim de ocorrência na própria escola. Posteriormente, a direção da escola entrou em contato com os familiares do aluno agredido, que foram conduzidos à delegacia para lavrar o boletim de ocorrência”completou a nota.

O aluno agredido, de acordo com a Seed, não necessitou de atendimento médico. Em resposta ao ocorrido, a direção da escola solicitou ao BPEC reforço no patrulhamento na entrada da instituição, que será implementado a partir desta quarta-feira (15).

Com informações de Banda B

Fique bem informado, clique no ícone abaixo e faça parte da nossa comunidade, recebendo as notícias em primeira mão:

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal 97 pelo WhatsApp (42) 99907-2942 ou (42) 9833-7197

Últimas notícias