Chuvas no RS devem parar na terça (14) e voltar na quinta (16); previsão é de mínima de até 2°C

 Chuvas no RS devem parar na terça (14) e voltar na quinta (16); previsão é de mínima de até 2°C

Voluntários com embarcações atuam em operações de resgate no RS – Foto: Gustavo Mansur/Secom

As chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul neste domingo (12) devem diminuir a partir da terça-feira (14), de acordo com o Climatempo.

Até lá, a previsão é que um ciclone extratropical termine de se formar sobre o mar na costa do estado e de Santa Catarina. O processo de sua formação aumenta as chuvas e os ventos.

O estado ainda sofre com os impactos das enxurradas que deixaram um rastro de mortes e destruição nas últimas semanas.

“Alertamos para ventos fortes principalmente na parte leste do estado. Podemos ter movimentos de massa especialmente nas áreas mais elevadas”, alertou a meteorologista Cátia Valente, através das redes sociais da Defesa Civil do estado.

O Rio Grande do Sul começa a sentir uma acentuada queda da temperatura a partir da segunda-feira (13), com o avanço de uma massa de ar frio de origem polar. As temperaturas mínimas ficarão entre 10ºC e 16ºC.

No mesmo dia, os ventos úmidos do oceano favorecem chuvas moderadas a fortes no norte, serra e leste gaúcho. Um alerta do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) para potencial perigo devido às chuvas intensas termina na noite da segunda-feira (13).

A massa de ar seco e frio deve se deslocar pelo estado e, na terça (14), o tempo firme deve predominar na maioria das regiões do estado.

O frio, por sua vez, deve aumentar, e as temperaturas mínimas devem ficar entre 2ºC e 9ºC. A previsão é que haja geada na fronteira com o Uruguai. Somente nas regiões nordeste e leste há condições para chuvas fracas, devido à umidade do oceano em direção à costa.

Previsão do tempo

Pancadas de chuva só devem voltar ao estado na quinta-feira (16), e devem atingir, principalmente, a capital Porto Alegre, a região metropolitana, a porção central e noroeste do estado, de acordo com o Inmet. O restante do Rio Grande do Sul pode registrar chuvas isoladas. A partir de sábado (18), as previsões de chuva na capital gaúcha são mais esparsas e serão apenas passageiras, segundo o Climatempo.

Porto Alegre vive a pior enchente de sua história. Ruas e avenidas ficaram alagadas, e o aeroporto Salgado Filho está fechado devido ao acúmulo de água na pista e em áreas internas.

Foto: Gustavo Mansur/PMPA

A Defesa Civil alertou na manhã deste domingo que o nível do lago Guaíba, que inundou Porto Alegre, pode voltar a ultrapassar os cinco metros. O quadro é registrado em razão das fortes chuvas e da vazão da água de rios de outras regiões do estado.

O nível do Guaíba vinha em queda, mas voltou a subir neste final de semana. Segundo monitoramento divulgado pelo governo gaúcho, o patamar estava em 4,63 metros às 14h deste domingo.

O número é considerado alto. Quando o lago atinge 2,5 metros, é emitido um alerta. Quando chega a três metros, é registrada inundação.

Portal Cultura Sul com informações da FolhaPress

Fique bem informado, clique no ícone abaixo e faça parte da nossa comunidade, recebendo as notícias em primeira mão:

Envie fotos, vídeos, denúncias e reclamações para a equipe Portal 97 pelo WhatsApp (42) 99907-2942 ou (42) 9833-7197

Últimas notícias