Prefeita, deputado e ex-prefeitos parabenizam São Mateus do Sul pelos seus 113 anos

 Prefeita, deputado e ex-prefeitos parabenizam São Mateus do Sul pelos seus 113 anos

Para homenagear o município de São Mateus do Sul, a redação da Rádio e Portal Cultura Sul entrou em contato com quem esteve à frente do paço municipal nos últimos anos, ex-prefeitos e prefeita Fernanda Sardanha, com objetivo de que deixem sua mensagem alusiva aos 113 anos de emancipação do município. Da mesma forma com o deputado estadual nascido e morador da cidade, Emerson Bacil.

Enéas Distéfano

Um ex-prefeito estava em viagem e outro não deu retorno. Outros três que foram gestores municipais expressaram suas congratulações. “Aqui nascemos, aqui crescemos, aqui nos tornamos criaturas úteis à sociedade. Esta é a nossa terra, São Mateus dos bons ervais e dos pinheirais majestosos. Orgulhamo-nos de ser teu filho e bendizemos a sorte de viver em teu seio. Que Deus te proteja, querido torrão!”, escreveu Enéas Distéfano.

Além de Distéfano, que foi prefeito entre 1989 e 1992, Argos Fayad, que veio na sequência, sendo eleito em 1992 e tomando posse em 1993, encaminhou as felicitações ao município. Da mesma forma, Clóvis Ledur que esteve à frente da prefeitura entre 2013 e 2016 se expressou, valorizando a cultura e tradições.

Argos Fayad

“São Mateus do Sul, 113 anos de emancipação. 99 anos da Família Fayad nesse município. Não podemos apagar ou esquecer nossa história. Neste 21 de setembro agradecemos aos que nos antecederam nessa amada terra, cabe a nós seus descendentes continuar a luta, contribuindo para um município pujante, justo e progressista. Parabéns a todos que aqui vivem e fazem a sua parte”, enalteceu Argos Fayad.

Clóvis Ledur

“Parabéns São Mateus do Sul, pela sua prosperidade, pela cidade acolhedora e principalmente sua gente, agora capital polonesa do PR. Parabéns por não esquecer de sua cultura e suas raízes, vamos manter viva nossa tradição”, destacou Clóvis Ledur.

Atualmente, frente ao paço municipal, a primeira prefeita da cidade, Fernanda Sardanha falou sobre seu amor pela cidade que lhe acolheu e hoje se considera São-mateuense de coração. A prefeita também fez questão de deixar uma mensagem a toda população pelo aniversário da cidade. “Hoje São Mateus do Sul completa 113 anos de história. Viemos aqui hoje parabenizar a todos os São-mateuenses, aqueles que nasceram aqui, e aqueles de coração assim como eu. Um município que teve um período de grande atividade comercial na época da navegação a vapor pelo nosso lindo e majestoso rio Iguaçu, encontrou também na erva-mate, e no xisto riquezas naturais e um forte impulso para o desenvolvimento econômico até os dias de hoje”, contou Fernanda destacando a economia do município.

Fernanda Sardanha

“Esses produtos fazem parte da história do município desde os primeiros tempos, mas a principal riqueza de São Mateus do Sul é a sua população. Eu tenho muito orgulho de ser São-Mateuense de coração, eu e minha família. Aqui, construímos a nossa vida, pois pertenço a essa cidade de todo o meu coração, e eu acredito sim que é semeando ações que podemos colher muitas conquistas e que Deus pode nos abençoar. Mateus do Sul parabéns. Parabéns ao povo São-mateuense pela sua história, pelo seu reconhecimento enquanto: capital da erva-mate, capital do xisto e agora capital polonesa pois sabemos a importante missão dos imigrantes poloneses para o desenvolvimento de São Mateus do Sul”, frisou.

Emerson Bacil

O município conta com um deputado estadual, que mandou a sua mensagem  para toda população na passagem dessa data. “São Mateus do Sul está na minha identidade pessoal, nasci no Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes. Tenho carinho imenso por todas as coisas que o município me proporcionou, foi nessa terra que iniciei profissionalmente como administrador de rádio, também advogado”, relatou sua ligação pessoal com o município o deputado Bacil.

“Na sequência, a grata satisfação de ser eleito deputado estadual como o mais votado da história local e busco retribuir sendo o representante daqui e região. Enfim, resumido, é a cidade que vive no meu coração e onde, com muito orgulho, vivo com minha família. Sempre, trabalhado incansavelmente, no dia a dia, com muita vontade para ser o mais assertivo possível nas ações fomentadas e bandeiras de luta”, concluiu.

Da redação Cultura Sul

Veja também