São Mateus do Sul tem 2 pacientes na fila por internamento e amplia atendimento emergencial

Conforme a secretaria municipal de Saúde divulgou nesta segunda-feira (15/03), são dois cidadãos na Unidade Sentinela, de atendimento de emergência para a Covid-19, aguardando vaga para serem internados. São 82 casos ativos em São Mateus do Sul com sete hospitalizados, sendo três em Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs). Mais três óbitos foram confirmados, um deles que estava sob investigação.

Dos 82 casos do vírus ativo, 20 foram contabilizados nesta segunda-feira, sendo 12 mulheres (06, 30, 31, 32, 33, 36, 40, 43, 45, 45, 56 e 60 anos) e oito homens (26, 26, 27, 31, 36, 54, 55 e 65 anos). Existe o registro de duas reinfecções, uma em 13 de janeiro e outra em 15 de março e outras quatro em investigação de são-mateuense com o Coronavírus, novamente. No sábado (13/03) e no domingo foram registradas mais três mortes. Uma delas, que seria o 32º óbito era investigado ainda.

No caso, o paciente de 51 anos com comorbidades faleceu no sábado (13/03) e teve, oficialmente, o caso confirmado como relacionado ao Coronavírus no final da tarde desta segunda-feira (15/03). “Somos solidários aqueles que perderam seus entes queridos pela Coviv-19. Nos colocamos à disposição para acolher os familiares”, descreve o boletim da secretaria de Saúde, prestando condolências e apoio às famílias.

Dos pacientes positivos e internados, um homem de 63 anos está internado no Hospital do Regional de União da Vitória e outro de 37 anos no Hospital de Reabilitação de Curitiba. Também uma mulher de 73 anos está no Hospital Regional de União da Vitória. Os três em UTIs. Dois senhores, com 54 e 81 anos estão em enfermarias do Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes.

No mesmo hospital, de São Mateus do Sul estão internados dois homens com suspeita de Covid-19, um de 65 e outro de 53 anos. Enquanto dois pacientes, um senhor de 55 e uma mulher de 76 anos estão na Unidade Sentinela do Covid-19 aguardando por vaga em casa hospitalar para seguirem para internamentos. Enquanto isso, a prefeitura amplia a Unidade Sentinela por conta da gravidade da doença.

“Montamos duas alas, dois espaços, só para triagem. Além de três leitos de enfermaria”, explica a secretária de Saúde, Marly Perrelli. Tendo gravidade, o paciente fica sob cuidados de internamento emergencial. Tendo uma equipe médica na triagem, na Unidade Sentinela, e outra no atendimento de positivados com sintomas. A estratégia visa cuidar dos são-mateuenses no local até abrir vagas em hospitais.

Da redação Cultura Sul FM com informações e imagens da prefeitura de São Mateus do Sul

Veja também