Sindipetro mobiliza pauta de reivindicações frente à Petrobras sobre servidores

 Sindipetro mobiliza pauta de reivindicações frente à Petrobras sobre servidores

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Refinação, Destilação, Exploração e Produção de Petróleo (Sindipetro) – Estados do Paraná e Santa Catarina pautou algumas reivindicações e questionamentos, em São Mateus do Sul. Dentre eles, a ‘sistemática de possível realocação’ na eminência de conclusão do processo vinculante – venda da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX).

Servidores fizeram uma mobilização na manhã desta quinta-feira (18/02) em que pedem, ainda, pela permanência de dois técnicos de segurança por turno e composição da brigada de emergência, em que a Sindipetro alega não ter efetivo mínimo. Bem como a manutenção de equipamentos e viaturas de emergência combate aos incêndios. Tudo isso encaminhado para a gerência geral da unidade.

Além de solicitar a manutenção dos convênios da Assistência Multidisciplinar de Saúde (AMS), mesmo em caso de privatização da SIX, por conta dos servidores aposentados da estatal e familiares residentes em São Mateus do Sul. A pauta tem o apoio da Federação Única dos Petroleiros (FUP). A reportagem do Portal e Rádio Cultura Sul FM fez contato com o setor de comunicação da Petrobras.

Em síntese, inicialmente, a estatal confirmou o processo de venda da Refinaria Landulpho Alves (RLAM) e seus ativos logísticos associados, na Bahia, em que o Mubadala Capital apresentou a melhor oferta final no valor de US$ 1,65 bilhão. Com a assinatura do contrato de compra e venda a ser validado, ainda. Quanto a Refinaria Presidente Getúlio Vargas (REPAR), de Araucária, o processo foi encerrado e será aberto um novo.

Quanto aos demais processos vinculantes, dentre eles da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), de São Mateus do Sul, ‘continuam em andamento visando a assinatura dos contratos de compra e venda’, segundo a nota da empresa. Segundo a Petrobras no seu ‘compromisso com a ampla transparência de seus projetos de desinvestimento e de gestão de seu portfólio’, e garantindo a divulgação das etapas posteriores.

Sobre as pautas da mobilização desta quinta-feira (18/02), da Sindipetro em específico sobre São Mateus do Sul e a SIX, foi encaminhado uma solicitação do posicionamento da empresa sobre as reivindicações citadas. A redação está no aguardo deste retorno da gerência de comunicação da Petrobras sobre estes pontos listados pelos trabalhadores sindicalizados no ato realizado.

Da redação com informações da Petrobras, Sindipetro e fotos repassar pela diretoria da Sindipetro

Veja também