Prefeita fala sobre desenvolvimento, saúde e gestão, em coletiva

 Prefeita fala sobre desenvolvimento, saúde e gestão, em coletiva

foto: facebook

Na tarde de sexta-feira (08/01), a prefeita Fernanda Sardanha concedeu uma entrevista coletiva. Falou sobre o início da gestão, Covid-19, prioridades e o sentimento de estar no mandato, sendo a 1ª mulher no cargo executivo municipal. O mandato começa com organização e planejamento de ações, atendimentos individuais e acompanhando de ações em curso, iniciadas pelo gestor anterior.

“Não é algo simples, não é algo fácil”, frisou a prefeita. Fernanda Sardanha disse que a gestão administrativa exige acima de tudo um comprometimento, aparato jurídico, conhecimento técnico e equipe integrada. A saúde é área que precisa de uma maior atenção, em função da pandemia da Covid-19. Há uma ação da regional de saúde com a equipe de epidemiologia e endemias.

Sardanha disse que todos os setores estão se organizando e que muitas pessoas estão procurando o gabinete e sendo atendidas individualmente. Obviamente seguindo as recomendações de prevenção à saúde. De início seus maiores desafios estão nas áreas jurídicas e administrativas. Além de projetos e planejamento, a equipe visa tomar conhecimento de tudo, do funcionamento de cada setor, prioridades, prazos, processos judiciais, administrativos e licitatórios.

O secretariado está composto da seguinte forma:

  • Agricultura: Osni Brudnicki Staniszewski
  • Educação, Cultura e Turismo: Liliane Aparecida Franco Santa Ana
  • Esporte: Aline Aparecida Chule Da Silveira
  • Finanças  e cumulativamente no momento a função de Secretária de Assistência Social: Izabel Kempinski
  • Meio Ambiente: Tiago Kruchelski Huk
  • Obras: Alexssandro Linares
  • Saúde: Marly Terezinha Perrelli

Assessores e Diretores

  • Comissão de Assessora Jurídica: Alessandra Cristina de Lara
  • Diretora do Departamento de Relações Públicas: Priscila Ernst
  • Diretor do Departamento de Apoio Administrativo da Casa Civil: Kaue Wisniewski Koppe
  • Diretor Geral: Tullio Siqueira Pinto
  • Diretor do Departamento de Apoio Administrativo à Educação: Marcelo Moraes do Amaral
  • Diretor do Departamento de Contabilidade e Tesouraria: Basileu Antônio Martinez
  • Diretora do Departamento de Educação Infantil: Emilene Guimarães Kuligovski
  • Diretora  do  Departamento  de  Materiais: Elis Cassiane Bueno Kotrich
  • Diretor  do  Departamento  de  Patrimônio: Idenir  Soares  Pimentel
  • Diretor do Departamento de Esporte: Jackson Cruz Soares
  • Diretor Geral: Josafath Mazur
  • Diretor do Departamento de Logística: Marcos Daniel Heider
  • Diretor do Departamento de Trânsito: Juliano Mazepa
  • Diretor  do  Departamento  de  Transportes: Higo José da Rocha
  • Diretor do Departamento de Infraestrutura de Tráfego: Angelo Fernando Ferreira Prestes de Lima
  • Diretor do Departamento de Infraestrutura Urbana: Cicero Aparecido da Silva
  • Chefe do Setor de Apoio Logístico de Pavimentação: Cleriton Walter Caetano
  • Chefe do Setor de Manutenção de Estradas Rurais: Mario Szneider Rosnowski

Ao ser perguntada sobre ser mulher e estar prefeita, Fernanda Sardanha destacou que “é gratificante, é um espaço de representatividade, historicamente é difícil as mulheres estarem espaços de decisão, de poder”. Segundo ela, dentro das empresas os salários são diferenciados e não há a mesma valorização. Não de forma geral, mas as estatísticas mostram esta falta de valorização à mulher. Por outro lado, exige esforço da sua parte, por estar no cargo executivo municipal.

Sobre projetos principais, a criação da área industrial, geração de postos de trabalho e renda são os objetivos centrais da prefeita. “Percebe-se o déficit. A falta de emprego está muito grande, é um grande desafio”, observa. Citando não estar sozinha para encarar esta situação, a prefeita frisa que conta com a Associação Comercial, a sociedade civil organizada e demais apoiadores.

Quando questionada sobre novas determinações municipais, por conta da pandemia, ela disse que os decretos municipais são amparados nos estaduais. Existem restrições que as pessoas precisam seguir. Uma boa notícia, conforme Fernanda Sardanha, é de que o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou que a vacina deve estar disponível até o fim de janeiro. Medida esperada para frear o contágio.

Quando questionada sobre novas determinações municipais, por conta da pandemia, ela disse que os decretos municipais são amparados nos estaduais. Existem restrições que as pessoas precisam seguir. Uma boa notícia, conforme Fernanda Sardanha, é de que o governador Carlos Massa Ratinho Junior anunciou que a vacina deve estar disponível até o fim de janeiro. Medida esperada para frear o contágio.

Veja também