PSS de professores de escolas indígenas abre inscrições

 PSS de professores de escolas indígenas abre inscrições

Abrem nesta sexta-feira (11), às 9 horas, as inscrições do Processo Seletivo Simplificado (PSS) para contratações temporárias de professores e pedagogos em escolas indígenas e quilombolas, além de tradutores e intérpretes de Libras (Língua Brasileira de Sinais). O prazo encerra às 18 horas do dia 17 de dezembro. Os interessados devem se inscrever exclusivamente no site www.pss.pr.gov.br. 

Diferente do processo seletivo em andamento para os demais colégios estaduais, esse PSS não terá prova, conforme acordado com líderes de povos indígenas em novembro. Também não há taxa de inscrição.

O processo levará em conta a análise de títulos: escolaridade, especialização (pós-graduação, mestrado, doutorado, etc) e tempo de serviço.

O candidato poderá se inscrever para até dois municípios de um único Núcleo Regional de Educação (NRE) e em até três disciplinas ou funções diferentes em cada município.

O edital contempla vagas para Ensino Infantil e línguas maternas nas aldeias (Guarani, Kaingang e Xetá), além das disciplinas da Base Nacional Comum Curricular (BNCC) para os ensinos Fundamental e Médio. Para atuar nas 39 escolas estaduais indígenas e duas quilombolas do Paraná, os profissionais precisam de uma carta de anuência das lideranças indígenas e quilombolas.

As vagas para tradutor e intérprete de Libras são para toda a rede estadual de ensino.

O site da Secretaria de Estado da Educação e do Esporte possui uma página exclusiva com o passo a passo e um guia de inscrição, onde está disponível também o edital com os detalhes da seleção. 

O PSS é válido para o ano letivo de 2021 e a classificação final está prevista para ser divulgada a partir de 08 de janeiro de 2021 no site da Seed-PR.

GRUPO DE RISCO – Candidato pertencente ao grupo de risco não será convocado enquanto perdurar a situação emergencial de saúde. A classificação desse profissional, contudo, está garantida e será mantida. Ele será chamado assim que acabar a situação emergencial da pandemia.

AEN

Veja também