Covid-19 causa mais uma morte e 44 novas infecções são confirmadas

Brasil registra 485 novas mortes pelo novo coronavírus (covid-19) nas últimas 24 horas, totalizando 16.118. Até ontem (17), eram 15.633 mortes notificadas.

198

O boletim epidemiológico da Secretaria de Estado da Saúde deste domingo (17) confirma mais 44 casos de infecção pela Covid-19 em pessoas residentes no Paraná e um óbito em decorrência da doença causada pelo vírus Sars-CoV-2.

A vítima é um homem que faleceu no sábado (16). Ele estava internado, residia em Londrina e tinha 68 anos. No total, a doença já vitimou 124 pacientes no Estado.

MUNICÍPIOS – O boletim registra que 176 cidades paranaenses têm ao menos uma pessoa contaminada com o Sars-CoV-2, sendo que em 46 há registro de óbito.

As novas confirmações são nas cidades: Agudos do Sul (2), Andirá (1), Campo Bonito (1), Campo Mourão (1), Cascavel (2), Curitiba (10), Guaraniaçu (1), Imbituva (1), Londrina (3), Mamborê (1), Maringá (8), Medianeira (1), Mirador (3), Palotina (1), Paraíso do Norte (1), Paranaguá (2), Paranavaí (2), Piraquara (1), Ponta Grossa (1) e Siqueira Campos (1).

FORA DO PARANÁ – Pacientes que residem fora do Paraná e que tiveram o diagnóstico no estado são 30. Três pessoas residentes de outros locais morreram em decorrência da Covid-19.

ERRATA: no informe de sábado (16), os dois pacientes confirmados e já recuperados de Ramilândia estavam no espaço de recuperados do município de Missal.  Missal tem apenas uma pessoa com confirmação da Covid-19.

Consulte o informe completo aqui.

Brasil

O Brasil registrou 485 novas mortes pelo novo coronavírus (covid-19) nas últimas 24 horas, totalizando 16.118. Até ontem (16), eram 15.633 mortes notificadas. A letalidade (número de mortes pela quantidade de casos confirmados) da doença no país está em 6,7%, a mesma de ontem (16).

O país teve 7.938 novos casos confirmados e chegou ao total de 241.080. Até o sábado, eram 233.142 infectados.O número de recuperados, de acordo com o boletim diário do Ministério da Saúde, chegou a 94.122, 39% do total de infectados. Outros 130.840 casos (54,3%) estão em acompanhamento. Há ainda 2.450 mortes em investigação.

São Paulo se mantém como epicentro da pandemia no país, concentrando o maior número de mortes (4.782). O estado é seguido pelo Rio de Janeiro (2.715), Ceará (1.641), Pernambuco (1.516) e Amazonas (1.413).Foram registradas mortes no Pará (1.239), Maranhão (549), na Bahia (295), no Espírito Santo (285), em Alagoas (210), na Paraíba (194), em Minas Gerais (156), no Rio Grande do Norte (139), Rio Grande do Sul (142), Paraná (124), Amapá (119), Santa Catarina (83), Sergipe (77)Rondônia (74), Piauí (72), Goiás (70), Acre (60), Distrito Federal (59), Roraima (51), Mato Grosso (27), no Tocantins (31) e Mato Grosso do Sul (15).

São Paulo tem o maior número de casos confirmados (62.345), seguido de Ceará (24.255), Rio de Janeiro (22.238), Amazonas (20.328), Pernambuco (19.452), Pará (13.864), Maranhão (12.492), Bahia (8.443), Espírito Santo (6.744) e Santa Catarina (4.776).

Agência Brasil