Centro Hospitalar de Reabilitação será referência para todo o Paraná

0
24

A secretaria de Saúde do Paraná anunciou a fusão de duas unidades próprias de saúde do estado: o Centro Hospitalar de Reabilitação Ana Carolina Moura Xavier (CHR) será incorporado ao Hospital do Trabalhador (HT), formando uma única instituição, mais abrangente e de referência para todo o Paraná.

Segundo o secretário Beto Preto, a gestão será do Hospital do Trabalhador e a integração tem como objetivo ampliar o atendimento especializado na rede estadual. De acordo com o diretor-técnico da Fundação Estatal de Atenção em Saúde do Paraná (Funeas) e ex-diretor do CHR, Alan D`Orio, a fusão será fundamental para o crescimento do CHR. “O hospital funciona hoje com 25 leitos, mas tem capacidade para 80; há previsão, inclusive, da abertura de 10 leitos de UTI”, afirmou. Atualmente, o CHR registra cerca de 3 mil atendimentos por mês.

“A meta do governador Ratinho Junior é promover melhoria no atendimento para a população e com esta fusão queremos amplificar a oferta de serviços, incluindo, além da reabilitação físico-motora, tratamentos nas áreas da visão e audição. Vamos fazer investimentos e criar um grande centro de referência para todos os paranaenses”, explicou o secretário Beto Preto.

Gestão – Os dois hospitais pertencem à rede de unidades próprias do Estado mas hoje utilizam modelos de gestão diferentes. O CHR é administrado pela Funeas e o Hospital do Trabalhador tem gestão tripartite envolvendo, por meio de convênio, a participação do município de Curitiba e governos do Estado e Federal.

“A nossa proposta de integrar o Centro ao HT já recebeu aprovação do Conselho Estadual de Saúde e do Ministério da Saúde. Estamos cumprindo o programa do governador Ratinho Junior: o melhor uso do recurso público e levar serviço de qualidade para a população”, disse o diretor geral do HT, Geci Labres Souza Junior.

O presidente do Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência e diretor da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho do Paraná, Felipe Braga Côrtes, também ressaltou a importância da fusão dos dois hospitais: “É fundamental ampliarmos as condições de tratamento das pessoas com deficiência e esta ação representará o início de uma nova era para o Centro de Reabilitação”, disse.

CHR – O Centro Hospitalar de Reabilitação tem 11 anos, atende apenas por meio do SUS e oferece tratamentos especializados a portadores de doenças neurológicas, neurocirúrgicas e ortopédicas agudas ou crônicas. “Atendemos todas as etapas da reabilitação física, com equipes multiprofissionais traçando um plano singular e único para cada paciente. Com a fusão, vamos ampliar o atendimento para reabilitação visual e auditiva”, explica a diretora do CHR, Elizabeth Costa.

Da redação com informações da Secretaria de Saúde do Paraná.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome