Boletim da Saúde informa mais 212 casos e 11 óbitos pela H3N2 no Paraná

As informações divulgadas nesta terça-feira (01), a partir do Gerenciador de Ambiente Laboratorial (GAL) pela Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), são de 212 novos casos e 11 mortes em decorrência da H3N2 no Paraná. As mortes foram registradas entre os dias 13 e 30 de janeiro de 2022, sendo quatro homens e sete mulheres com idades de 43 a 98 anos, de acordo com o boletim.

A doença é um tipo do vírus da Gripe Influenza A e desde dezembro, segundo os dados oficiais divulgados pela Sesa, já registrou 1.862 casos e 66 mortes. Os 11 óbitos, informados entre 13 e 30 de janeiro, foram registrados em Jaguapitã (1), Matinhos (2), Palotina (1), Perobal (1), Campo Mourão (1), Jacarezinho (1), Maringá (1), Pinhais (1), Curitiba (1) e também de um residente de Jundiaí, no Estado de São Paulo.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, o departamento segue monitorando os casos que se intensificaram em 2022. “Esse monitoramento é muito importante para avaliarmos a evolução do estado epidêmico no Paraná e, com isso, utilizarmos das melhores ferramentas para contê-lo”, explicou.

Em 12 de janeiro, o Paraná havia declarado estado de epidemia de H3N2, considerando o rápido contágio, direto ou indireto da doença. Normalmente o vírus da gripe circula durante os períodos mais frios, porém, este ano a infecção pela doença aumentou no verão, de maneira atípica. Disso a orientação de que as pessoas se imunizem e utilizem máscaras, além de correta higienização para evitar o contágio.

Da redação com informações e imagem da AEN

Veja também