Saúde alinha ações para levar o serviço de saúde mais perto do cidadão paranaense

 Saúde alinha ações para levar o serviço de saúde mais perto do cidadão paranaense

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) iniciou a segunda etapa do Planejamento Regional Integrado (PRI) nesta segunda-feira (18), em encontro realizado em Maringá com as Regionais de Saúde da abrangência da Macrorregião Noroeste.

A primeira etapa do PRI foi realizada em 2019 e a continuidade nos trabalhos foi interrompida com a pandemia do novo coronavírus. Agora, com a retomada gradual das atividades, a Sesa dará prosseguimento às ações.

“Temos a meta de regionalizar os serviços de saúde com base em um planejamento e este trabalho só é possível olhando no olho dos gestores. Queremos alinhar as ações e trabalhar juntos para levar o serviço de saúde mais perto do cidadão paranaense”, afirmou o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

As quatro oficinas acontecerão no decorrer das próximas duas semanas, iniciando em Maringá, na Macrorregião Noroeste (18 e 19), e Londrina, na Macrorregião Norte (20 e 21). Na próxima semana acontecem em Foz do Iguaçu, na Macrorregião Oeste (25 e 26), Paranaguá, na Macrorregião Leste (28 e 29).

As ações são coordenadas pelo Grupo Condutor Estadual, formado por representantes da Sesa e do Conselho de Secretarias Municipais da Saúde do Paraná (Cosems/PR), em articulação com os municípios e participação da União (Ministério da Saúde), a partir da configuração das regiões de saúde definidas na Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

O objetivo do PRI é discutir, em todo o Estado, a situação da saúde regionalizada, para que cada região possa elaborar um Plano Regional e Macrorregional. A premissa é o fortalecimento da Rede de Atenção à Saúde como arranjo organizativo de ações e serviços de saúde, que busca preservar, recuperar e melhorar a saúde das pessoas e da comunidade como um todo.

“Este é um momento muito esperado por todos nós porque há mais de um ano não nos reuníamos presencialmente para discutir este planejamento. Daremos continuidade ao trabalho já iniciado, ouvindo e articulando de maneira muito transparente, com o objetivo de seguir a proposta de regionalização, que é trazer o serviço e o acesso à saúde para mais perto das pessoas”, disse o diretor-geral da Sesa, Nestor Werner Junior.

Durante o primeiro dia de atividades, as diretorias da Sesa apresentaram o contexto do PRI, os objetivos que devem ser atingidos e a retrospectiva de todas as ações da pasta desde 2019, incluindo o enfrentamento da pandemia da Covid-19. Os participantes também se dividiram em grupos para discutir novas ações.

“Este trabalho é realizado por pessoas muito competentes e nosso objetivo é que as ações continuem agregando e melhorando cada vez mais o Sistema Único de Saúde”, disse o integrante da mesa diretora do Conselho Estadual de Saúde (CES/PR), Fabio Stahlschmidt.

Veja também