São Mateus do Sul quase soma 3 cidades maiores em nº de casos ativos da Covid-19

 São Mateus do Sul quase soma 3 cidades maiores em nº de casos ativos da Covid-19

Ao todo, conforme a estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 47.137 pessoas residem em São Mateus do Sul que, conforme a divulgação da Secretaria Municipal de Saúde, tem 158 pessoas com Covid-19 e três internados, sendo dois pacientes, um homem e uma mulher, em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs). Esses números equivalem à soma de casos de três municípios maiores.

Lapa tem 48.651 habitantes e registra 23 casos ativos para Coronavírus, Irati soma 61.439 moradores e 83 com Covid-19 e União da Vitória tem 55 infectados para um cenário de 58.298 cidadãos. Somados, os três municípios perfazem o contingente de 161 com o vírus, somente três a mais que São Mateus do Sul sozinho. Não há um sentido óbvio ou matemático que defina essas ondas de contágio.

Diversos especialistas e estudos apontam que o vírus tem picos de infecção e quedas, sem um ordenamento pontual. A Organização Mundial da Saúde e o Ministério da Saúde se utilizam desse entendimento para avaliar que medidas sanitárias precisam ser adotadas, mas sem necessariamente exercer uma contenção efetiva. Obviamente que o uso de máscaras e higienização pessoal são medidas sociais importantes.

Por sinal, Irati mudou recentemente o Decreto Municipal tirando diversas restrições e reabrindo o setor de entretenimento e isso não interfere no número atual de casos que, mesmo com a alteração permanece em mesmo patamar. União da Vitória segue fiscalizando com maior efetividade e as infecções também não têm mudado os índices. Da mesma forma na Lapa mantém diversas restrições.

A doença permanece na região e segue com infecções sendo contabilizadas por contaminação com o Coronavírus, mesmo com o avanço da vacina tendo índices acima de 92% da população acima de 18 anos imunizada em 1ª dose ou única no Paraná, ampliando a 2ª dosagem e iniciando a 3ª. Contudo, a medida de proteção de individual segue, segundo o Ministério da Saúde, grande aliada para não se contaminar.

Da redação com informação das prefeituras, Ministério da Saúde e Organização Mundial da Saúde e imagem Agência Brasil

Veja também