Princípio de incêndio em Três Barras tem indícios de ser criminoso

 Princípio de incêndio em Três Barras tem indícios de ser criminoso

O Corpo de Bombeiros foi acionado para atender à ocorrência de incêndio numa casa em Três Barras, no início da noite deste domingo (11/07). No local não estava ninguém e vizinhos, ao perceberem o início das chamas, iniciaram o combate, posteriormente feito pela guarnição de Canoinhas. Após conter o fogo se constatou o fogão a gás da moradia com vazamento em todas as bocas e forte cheiro internamente.

A ocorrência foi no Bairro São Cristóvão, numa moradia em torno de 100 m². Quando a guarnição de Três Barras chegou no local se derrapou com os bombeiros de Canoinhas finalizando o rescaldo. Focos de incêndio apareceram, segundo o relatório, em dois quartos da casa, em camas e foram notados por vizinhos que quebraram a janela de um dos quartos e, com uma mangueira, fizeram uma contenção das chamas.

No outro quarto, segundo o Corpo de Bombeiros, “as chamas romperam um cano de água, e por consequência o próprio vazamento controlou o fogo no local.” A guarnição de Canoinhas gastou cerca de 200 litros de água para fazer o combate e rescaldo. O fato intrigante foi o forte cheiro de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) dentro da residência e constatação de que todas as bocas do fogão se encontravam abertas.

“Com isso, prontamente, foi retirado o botijão de dentro da residência, apenas deixando as bocas do fogão abertas para posterior investigação”, explica o relatório. “Como se tratava de possível incêndio com ação humana direta (intencional), foram acionados a Polícia Militar e o Instituto Geral de Perícias (IGP)”, acrescenta. Em seguida, a moradora apareceu e precisou de auxílio, sendo que o caso será investigado.

Da redação com informações e fotos do 9º BPM

Veja também