Homem morre após cair de caminhão em PG e laudo de morte sai como Covid-19

 Homem morre após cair de caminhão em PG e laudo de morte sai como Covid-19

Na ultima semana Fabio Junio Dias Rosa de 22 anos caiu de um caminhão em Ponta Grossa, se sentia fraco e em nervos, e teve infecção no pulmão, foi internado as pressas no Hospital Bom Jesus em Ponta Grossa. Na terça-feira (13/07), Fabio teve uma Parada Cardiorrespiratória e veio a óbito. Os profissionais tentaram a reanimação, mas ele não resistiu.

Após o falecimento do jovem, veio a revolta da família, no laudo da morte do rapaz constava como dentre outras causas, suspeito de Covid-19, porém foram realizados três testes rápidos de covid-19 o qual todos deram negativos. A família questiona que o laudo da morte estaria incorreto e que Fabio morreu em decorrência do acidente, não pelo CoronaVírus.

Ainda segundo as informações coletadas pela equipe Mzn, junto à uma funcionária que trabalha no hospital, a vítima não estava internada na ala covid e durante todos os procedimentos os profissionais não utilizavam os equipamentos de proteção (CONTRA O CORONA VÍRUS).

Devido a situação, a família não pode realizar o velório do jovem. O corpo foi levado direto para o Cemitério Chapada. Nossa equipe entrou em contato com o hospital que disse que esse é o protocolo para casos suspeitos, confira;

“Foi realizada outra coleta RT – PCR do paciente no dia 12/07/2021 e o resultado do mesmo ainda está em andamento. Pela legislação vigente, se foi coletado o exame e ainda não se tem o resultado, é considerado suspeito.

O paciente foi a óbito nesse intervalo, entre coleta de exame e resultado, sendo suspeito. Por cumprimento a lei, o velório não é permitido. Hospital do Coração Bom Jesus seguiu o protocolo do Ministério da Saúde e da Legislação Municipal atendendo todas as precauções sanitárias e legais referentes a esse caso”, concluiu a assessoria do hospital.

Da redação com informações e foto MZN

Veja também