Celular enviado de Curitiba vai parar nas mãos de estudante da zona rural de Bituruna

 Celular enviado de Curitiba vai parar nas mãos de estudante da zona rural de Bituruna

Diante do cenário de pandemia o CEJUSC, em parceria com o Núcleo Regional de Educação (NRE), desenvolveu o projeto “Ajude um Aluno”. Nele, mais de 100 estudantes já foram atendidos com doações de celulares, computadores, notebooks e tablets e, assim, permanecer estudando por meio de plataformas virtuais. Situação que ainda perdura, no sistema híbrido, assim, nova entrega foi promovida nesta quinta-feira (22/07).

A arrecadação vem de pessoas que acompanham a propaganda da campanha, exemplo de Assis Chateaubriand, oeste do Paraná, em que uma doadora entregou um computador a um aluno da rede pública indicado pelo núcleo de educação local. Em Curitiba a advogada Ana Paula Leite, que acompanha a divulgação do trabalho do CEJUSC de União da Vitória, mandou pelo correio um celular semi-novo, de última geração. O aparelho foi parar nas mãos de um aluno da zona rural de Bituruna, possibilitando pesquisas e estudos, visto que sua família não tem condição econômica para adquirir. “Tudo que fazemos de bom volta para nós de alguma forma”, ressalta Ana Paula.

Realidade comum para inúmeros estudantes durante a pandemia, os quais seguem precisando acessar às plataformas digitais mesmo no ensino híbrido. Disso a campanha, a arrecadação, preparo e doação com critérios socioeconômicos e respaldo nas escolas para direcionar aos alunos com bom aproveitamento escolar. Assim amenizando as dificuldades e fortalecendo a educação.

Segundo a representante do NRE, Márcia Senka Tonkio, além da Uniuv, que prepara os notebooks doados, e a empresa ComunicaCell formata os aparelhos celulares para entrega, além de inúmeros que voluntariamente nos auxiliam. A equipe da Justiça Federal de União da Vitória mais uma vez se mobilizou para arrecadar carregadores para os celulares”.

“Nessa etapa entregamos celulares em bairros de União da Vitória: Bela Vista, Monte Castelo, Bento Munhoz, São Basílio Magno e São Sebastião; e um para Bituruna. Dois notebooks serão os equipamentos de acesso às plataformas digitais para duas estudantes, uma do conjunto Guerino Massignan, e outra da localidade do Passo do Iguaçu”, destaca o juiz Carlos Mattioli, que coordena o CEJUSC.

“A educação precisa sempre ser valorizada, e a oportunidade que todos possam estudar com qualidade é um dever de toda a coletividade. Agradecemos por cada doação e apoio recebido de tantas pessoas com bom coração”, completa o juiz Mattioli.

Texto e fotos: assessoria do CEJUSC

Veja também