Antônio Olinto está acima da média estadual na vacinação contra a Covid-19

 Antônio Olinto está acima da média estadual na vacinação contra a Covid-19

Foto: Secretária de Saúde de Antônio Olinto

Números publicados no site do governo do estado que apresentam dados atualizados das vacinas o (vacinômetro) da secretaria estadual de saúde, mostram que o município de Antônio Olinto está acima da média estadual na vacinação contra a Covid-19. O município já aplicou a segunda dose em 11% da população, segundo o vacinômetro, e a média do Paraná é de 10,7%. Em comparação com as cidades vizinhas, Antônio Olinto também se destaca.

Em entrevista a Cultura, a respeito dos números expressivos apresentados no site do governo, se sobressaindo a média estadual, o Prefeito, Alan Jaros, destacou o trabalho desenvolvido pela secretaria de saúde do município, que busca sempre com comprometimento agilizar o processo de vacinação, assim que as doses chegam ao município.

“As doses distribuídas pelo estado chegam aos poucos, mas assim que recebemos, a equipe busca da melhor forma garantir a imunização da população, pois nossa prioridade é o bem estar dos Antoniolintenses, e sabemos que todos aguardam a sua faixa etária ansiosos para receber a vacina”, ressalta.

Segundo o vacinômetro estadual, mais de 90% das vacinas distribuídas para a cidade já foram aplicadas para primeira dose e quase 80% para a segunda. Ao todo, quase 30% da população recebeu a primeira dose dos imunizantes em Antônio Olinto, número expressivo e acima da média do Paraná, que vacinou 24% das pessoas com a primeira dose.

O Prefeito ainda salientou a importância de continuar o trabalho buscando sempre o melhor resultado, além de alertar a população para que se cuide e siga as medidas de restrições necessárias para que haja controle do avanço do vírus, até que toda população possa estar imunizada. “É importante que todos se cuidem, e façam sua parte. Novos lotes de vacinas virão e todos se Deus quiser serão vacinados”, destacou.

Jaros também frisou e alertou sobre a segunda dose, já que é um complemento, não tendo o efeito se não for tomada. “A população deve ficar atenta também para receber a segunda dose para completar a imunização”, completou. Em caso de dúvidas sobre sinais e sintomas do novo coronavírus, ou denúncias de aglomerações, liguem nos telefones 42 3533-1205 ou 42 3533-1206 e o telefone do plantão Covid 42 988708555.

Da redação Cultura Sul com informações do site do governo do estado

Veja também