Semana do dia das mães é especial na rádio Cultura Sul FM

 Semana do dia das mães é especial na rádio Cultura Sul FM

Vera no estúdio da Cultura Sul FM

A semana do dia das mães iniciou com uma entrevista muito especial. A primeira mãe entrevistada dessa “Semana especial de Dia das Mães”, do Cultura Sul Notícias, foi a Vera de Oliveira Santana, de 42 anos, que é professora, e tem uma filha de seis anos, a Maria Helena e um filho de cinco meses, o Miguel Antônio, gestações que foram programadas e esperadas com muito amor. “Fiz um tratamento para conseguir engravidar da minha filha, e demorei pra conseguir engravidar novamente, tanto que deu quase sete anos de diferença entre eles”, contou.

Vera explicou que ambas as gestações foram tranquilas, bem parecidas, mas na segunda, teve uma surpresa ainda na sala de cirurgia, já que o parto foi cesárea. “No dia do nascimento, a pediatra neonatal perguntou se alguém na minha família tinha a cara arredondada, e eu perguntei porquê e ela falou da suspeita da síndrome de down, por ter algumas características, como uma única preguinha na mãozinha, olhos mais puxadinhos, mas só foi confirmado 60 dias após o nascimento através do exame cariótipo”, relatou.

Ainda em seu relato Vera contou que a médica não confirmou na hora por conta dos exames que fez durante a gestação, que não apontaram nada, com isso ela aguardou a confirmação com os exames, que vieram quando Miguel já tinha dois meses de vida. Ela contou que ficou apreensiva, durante o tempo de espera, mas aguardou o resultado. “No caso da síndrome de down, algumas crianças apresentam mais características e outras menos, no caso do meu filho ele apresenta poucas características físicas da síndrome, por isso, foi mais difícil a confirmação no momento que ele nasceu”, explicou.

Em relação aos cuidados com o bebê, ela contou que os cuidados são como o da primeira gestação, mas claro, com mais cuidados, já que é uma criança que precisa de mais atenção. Quando indagada sobre o que é ser mãe, Vera foi enfática. “Eu penso que existem mulheres que têm filhos e existem mulheres que são mães, mãe é cuidado, é preocupação, é amor incondicional. O filho sempre vem antes de qualquer outra coisa, é educar, é cuidar, se preocupado com o futuro, com o presente, e procurar sempre fazer o melhor para o filho. Isso é ser mãe”, afirmou

Sobre os desafios e incertezas em relação ao futuro dos filhos, ela disse que como mãe sempre vai orientar da melhor forma, mas os filhos tem o direito de escolher seus caminhos. “O futuro é incerto, então tanto um, quanto outro, a gente não sabe qual caminho vão escolher, porque as mães, e os pais, podem orientar o filho, essa é a obrigação, mas o filho também tem o direito de escolher o seu caminho, então nós vamos procurar levar eles para o melhor caminho, mas a escolha sempre será deles”. Ela ainda falou sobre o medo, em relação aos desafios que Miguel vai enfrentar, mas vai batalhar para que seu filho alcance autonomia e independência.

Essa entrevista está disponível na integra pode ser assistida em Live no canal do YouTube do Portal Cultura Sul FM, e nas páginas do Facebook do Portal Cultura Sul FM e do rádio Cultura Sul FM. Nosso agradecimento a Vera que compartilhou a sua história e foi a nossa primeira mãe nessa Semana especial Dia das Mães.

Veja também