Resolução suspende procedimentos cirúrgicos eleitos, públicos e privados, no PR

 Resolução suspende procedimentos cirúrgicos eleitos, públicos e privados, no PR

A Secretaria de Estado da Saúde (SESA) publicou nesta terça-feira (25/05) a Resolução 500/2021. O documento cita a suspensão de todos os “procedimentos cirúrgicos eletivos hospitalares, no âmbito público e privado, em toda a rede hospitalar do Paraná”, por 30 dias, a partir desta quarta-feira (26/05). Cardiologia, oncologia, nefrologia, e demais exames e ações cirúrgicas de urgência e emergência, não serão afetados.

A justificativa da resolução é o aumento no número de casos da Covid-19 e alta taxa de ocupação dos leitos exclusivos para atendimento à doença no Paraná. “Nosso estoque de medicamentos do kit de intubação para atendimento aos pacientes com Coronavírus está baixo, nossos leitos estão praticamente lotados, os profissionais estão esgotados e ainda não há vacinas disponíveis para todos”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.

Disso a Resolução para o contingenciamento de insumos devido à escassez de medicamentos anestésicos e relaxantes musculares. “Neste momento vamos priorizar o atendimento aos pacientes infectados pela Covid-19. Essas medidas irão poupar insumos, seja medicamentos, ventiladores, monitores e até mesmo leitos de UTI e enfermaria”, afirmou o secretário de Saúde do Paraná.

A Resolução especifica, ainda, que é necessário assegurar medidas de afastamento entre pessoas para reduzir o risco de contágio. Com proteção individual e coletiva em todos os setores de Saúde. Esta suspensão de trinta dias tanto pode ser ampliada, caso não se reduz o fluxo de infecções e internamento por Covid-19, ou reduzido o período se os índices de contaminação com o Coronavírus diminuírem.

Da redação com informações e foto da Agência de Notícias do PR

Veja também