Polícia Civil do Paraná deflagra operação “BONUS MAGISTER”

 Polícia Civil do Paraná deflagra operação “BONUS MAGISTER”

Foto: Reprodução/ Facebook

Nesta sexta-feira (07/05), a Polícia Civil do Estado do Paraná representada pela delegacia de polícia de São João do Triunfo, com apoio da 3ª SDP de São Mateus do Sul cumpriu três mandados de prisão e três buscas e apreensões referentes a suspeitos de envolvimento na morte do ativista Lindolfo Kosmaski.

Foram coletados elementos informativos que auxiliarão na delimitação da direção criminosa que culminou com a ação terrível que ceifou a vida do ativista. O nome da operação significa “bom mestre” em alusão ao cargo exercido pela vítima que era professor. O delegado responsável pelo caso, Michel Leite Pereira da Silva, elaborou comentários laudatórios à força tarefa que foi designada para atuar especialmente no caso.

“O mérito é todo da equipe policial composta por investigadores e escrivães que deixo de nominar em razão do sigilo, estes desempenharam com dedicação integral o juramento de tutelar a sociedade. Encerramos, nesse momento, a primeira etapa da investigação, mas esta segue, de tal sorte que possamos entender com segurança e detalhes todo o percurso criminoso que culminou com o caso da vida de Lindolfo”, encerrou o delegado.

Da redação Cultura Sul FM com informações da PCPR

Veja também