HMDPF realiza teste da orelhinha em quase 50 bebês

 HMDPF realiza teste da orelhinha em quase 50 bebês

A pequena Lauana Gabrieli Miranda de Lima que nasceu dia 13 de março fazendo o teste da orelhinha. Foto: Cultura Sul FM

Aproximadamente 50 bebês realizaram nesta terça-feira (04/05), o teste da orelhinha no Hospital e Maternidade Doutor Paulo Fortes em São Mateus do Sul. O Teste da Orelhinha, ou “exame de emissões otoacústicas evocadas”, é o método mais moderno para constatar problemas auditivos nos recém-nascidos. O exame consiste na produção de um estímulo sonoro e na captação do seu retorno por meio de uma delicada sonda introduzida na orelhinha do neném.

As fonoaudiólogas Elaine C. Maltauro e Silvana L. Waldraff que realizam os exames no município, explicaram que o exame deve ser realizado preferencialmente até um mês e meio de vida do bebê, com isso, Adriana Aparecida Szmil, de 38 anos, moradora da localidade do emboque que é mãe da Lara Iasmin, de sete dias de vida, levou a pequena para realizar o teste. Ela contou que já tem outros dois filhos, e sabe da importância do teste da orelhinha.

Lara Iasmin, de sete dias de vida, também fez o teste da orelhinha nesta terça-feira. Foto: Cultura Sul FM

O exame é rápido, seguro e indolor, garantem as fonoaudiólogas, que explicaram que os pais tem que deixar as orelhinhas dos bebês arejadas. Andresa G Miranda, de 17 anos, é moradora da Vila Palmeirinha, sua primeira filha, nasceu dia 13 de março, Lauana Gabrieli Miranda de Lima, e na tarde de terça-feira, ela levou a pequena para realizar o teste. “É bom acompanhar e fazer tudo direitinho, além de saber se está tudo certo, acho importante o teste”, disse ela.

O pequeno Otto Ricardo Ferreira Pereira da Silva, de seis dias, aguardando para a realização do teste. Foto: Cultura Sul FM

Segundo os dados do hospital foram atendidos aproximadamente 50 bebês, sendo moradores de São Mateus do Sul, Antônio Olinto e região, entre eles estava, Otto Ricardo Ferreira Pereira da Silva, de seis dias de vida, que foi levado pela sua mãe Michele Thais Silva Ferreira, de 27 anos, que na ocasião falou que é importante o teste para saber se está tudo certo.

Segundo as fonoaudiólogas, no caso de suspeita de alguma anormalidade, o nenê será encaminhado para uma avaliação otológica e audiológica completa. Thais Franco Tomezik, auxiliar de escritório no hospital, busca divulgar através de redes sociais, rádio e outros meios de comunicação a ação, para que as mães não percam a data, ela repassou a Cultura Sul FM que a próxima data para a realização do teste da orelhinha será no dia 08 de junho.

 

Da redação Cultura Sul FM

Veja também