Testagem em massa de São Mateus do Sul coleta 2.096 exames em 2 dias

 Testagem em massa de São Mateus do Sul coleta 2.096 exames em 2 dias

Devido ao feriado na sexta-feira (02/04), serviço retorna na segunda-feira (05/04)

Iniciado na terça-feira (30/03) os testes rápidos são gratuitos, com doação realizada pela prefeita Fernanda Sardanha, vice-prefeito Adão Staniszewski, secretários municipais e empresários da entidades são-mateuenses sendo eles: os dois Rotarys, lojas maçônicas, Associação Comercial local, IG-Mathe, Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) e Observatório Social e Conselho de Desenvolvimento Econômico de São Mateus do Sul (Codesamas). O Centro da Juventude recebe os cidadãos, delimitados por empregados do comércio no período da manhã e população em geral à tarde, que ao fazer o exame, em caso de positivo, tem o encaminhamento protocolar.

O local segue realizando exames no dia nesta quinta-feira (01/04) até 19h, com limite para pegar a senha até as 18h. Retornado ao serviço na segunda-feira (05/04). Isso porque, em caso de testagem positiva, o paciente precisa ser encaminhado para a Unidade Sentinela de Covid-19 e coletar material para a modalidade RT-PCR, baseados em biologia molecular (material genético) para o Coronavírus.

Existem os exames que detectam os anticorpos produzidos em resposta à infecção, teste de Sorologia, Imunoglobulinas M (IgM) e G (IgG), ou seja, identifica a presença dos anticorpos que são produzidos pelo organismo para combater a infecção. Já o exame de antígeno, detecta o momento em que o vírus está presente na via aérea. RT-PCR é a sigla para transcrição reversa seguida de reação em cadeia da polimerase. Esse teste detecta o RNA do SARR-CoV-2.

Os anticorpos IgM indicam infecção na fase inicial, pois eles são os primeiros anticorpos que aparecem quando vírus ou bactérias nocivas atacam o nosso corpo, aparecendo após o 10º dia e podendo ficar detectável por três meses. Já os anticorpos IgG também são uma resposta a vírus e bactérias, porém atuam na fase mais tardia da infecção, aparecendo a partir do 15º mais ou menos, e ficando por cerca de oito meses perceptível por exame. Neste contexto, a testagem em massa busca rastrear quem está com o vírus ativo e assim fazer o isolamento, se der positiva a sorologia aguarda o resultado do RT-PCR.

“Como a produção do IgM se dá, em geral, alguns dias após o aparecimento dos sintomas, ou contato com o vírus, e o IgG ocorre ainda depois, o teste é ideal para diagnosticar quem já foi infectado, tendo ou não apresentando sintomas e também é útil para identificar pacientes assintomáticos”, explica a responsável pelo setor de epidemiologia da prefeitura de São Mateus do Sul, Vanessa Santos Andrade Hancz.

O objetivo da testagem é detectar os pacientes assintomáticos e fazer os isolamentos. Eles podem estar transmitindo para outros, sem saberem. A coleta segue protocolos. Quem testa positivo é encaminhado para a Unidade Sentinela do Covid-19 para coleta RT-PCR e orientados para aguardar resultado em isolamento domiciliar. O resultado fica pronto em três a cinco dias. A partir da garganta é possível detectar se o vírus está ativo.

Disso a orientação para que os pacientes façam o RT-PCR ou teste rápido de antígenos para saber se estão com o vírus ativo. Pode ser que este teste apareça como negativo, por já terem desenvolvido anticorpos e não estarem mais retransmitindo o vírus. Inclusive, isso podendo significar que já tiveram contato com o vírus e apresentam certa imunidade e não mais retransmitem a doença.

A secretária de Saúde, Marly Perrelli, destaca que a testagem em massa visa o bloqueio da transmissão do vírus. Tudo isso deve estar associado às medidas pessoais de auto proteção e ao próximo, higiene e medida de isolamento e restrições sociais obedecidas. Nesta quinta-feira (01/04) os testes seguem até as 19h, justamente para ser possível o encaminhamento, em caso positivo, para a Unidade Sentinela e coleta para RT-PCR.

Disso o entendimento de que o teste rápido, se der positivo, é apenas um indicativo da contaminação ‘estar ou ter acontecido’. O fato da positivação é apenas um indício que carece de novo exame, o RT-PCR ou o antígeno, para compreender se carece de isolamento. Negativo no PCR ou IgG significa que não carece mais de cumprir restrições, uma vez de que, não está mais com o vírus ativo no organismo.

NOTA DA REDAÇÃO: Todas essas questões abordadas na reportagem são para entendimento jornalístico e, em caso de dúvida técnica a orientação é buscar esclarecimentos com profissionais de saúde especializados.

Da redação Cultura Sul FM com informações da prefeitura de São Mateus do Sul

Veja também