Schiavinato falece de Covid-19 e Rossoni deve assumir como deputado federal

 Schiavinato falece de Covid-19 e Rossoni deve assumir como deputado federal

José Carlos Schiavinato, estava internado no hospital Sírio Libanês em Brasília, por complicações da Covid-19. A assessoria do parlamentar confirmou seu falecimento na noite desta terça-feira (13/04). O 1º suplente é Valdir Rossoni que deve ser convocado para assumir o mandato nesta quarta-feira (14/04).

O ex-deputado federal, ex-secretário chefe da Casa Civil do Paraná, e ex-presidente da Assembleia Legislativa do Paraná já havia lamentado, na semana passada, o estado de saúde de Schiavinato. Numa conversa com pessoas próximas, Rossoni que reside em Bituruna e administra a Brasfibra no município, disse que foi informado do agravamento do caso do colega por conta da Covid-19.

Marlene, a esposa de Schiavinato, também faleceu no mesmo hospital vítima de um câncer. O quadro de saúde do deputado se agravou pela infecção com a Covid-19, a partir do dia 12 de março. Ele tinha 66 anos, nasceu em Iguaraçu em 12 de setembro de 1954. Engenheiro e político brasileiro, filiando ao Progressistas (PP).

Schiavinato foi prefeito por dois mandatos do município de Toledo e deputado estadual entre 2015 a 2018. A notícia do seu falecimento foi postada nas redes sociais pela família. “Esperávamos um milagre. E ele não veio. Ou aconteceu de uma forma que agora não sabemos compreender. José Carlos Schiavinato acabou de falecer na noite dessa terça-feira, 13 de abril. Assim que possível informaremos toda a sociedade”, escreveram.

Na terça-feira (06/04), ele passou por novo procedimento para desobstrução das vias biliares. “Apesar de tudo ter corrido bem, ainda não é possível avaliar se foi eficaz”, explicava a nota, revelando que o deputado também já está recebendo medicação para uma nova infecção que surgiu. O pulmão era a grande preocupação da equipe médica. “Está difícil de recuperá-lo, pois foi muito afetado pela Covid-19”, afirma o boletim médico.

Rossoni deve ser convocado para assumir a vaga na Câmara. O ex-deputado está afastado da vida política desde o início de 2019, quando concluiu o mandato na Câmara Federal. Nas eleições de 2018 ele alcançou 72.096 votos, menos de 400 votos atrás de Toninho Wandscheer que fez 72.475, dentro da coligação em que ambos concorreram. Schiavinato é o primeiro deputado federal a morrer vítima da Covid-19. O corpo será transladado de Brasília para Toledo, onde será sepultado.

Da redação Cultura Sul FM com informações da Alep, redes sociais e imagem reproduzida das redes sociais de Schiavinato

Veja também