Pescador profissional fisga cascudo com 75 centímetros e mais de 5 kg

 Pescador profissional fisga cascudo com 75 centímetros e mais de 5 kg

Renan Reginato, pescador profissional catarinense, teve uma surpresa na malha da sua rede, na barragem da UHIT (Usina Hidrelétrica Itá), em Concórdia, no Oeste de Santa Catarina. Pescou um cascudo de 75 centímetros e pesando 5,120 kg. Normalmente o peixe fica no fundo das águas sobre as pedras e pesa em torno de 1,5 kg. O filé do peixe foi vendido por R$ 40,00, na própria cidade.

Para o portal do ND, o pescador disse que se surpreendeu com o tamanho do cascudo pego em uma rede de malha 11, há poucos dias. Segundo Rena, o peixe tem grande procura e, em suas pescarias, tem conseguido êxito em pegar cascudos de tamanhos maiores que a média, de dois até três quilos. Em seu trabalho tem pescado piranha, dourado, lambari, jundiá, pintado e outras espécies.

“Eu já pesquei cascudo grande, mas nunca com mais de 5 quilos. Eu costumo pegar cascudo de 3 a 4 quilos, mas esse me surpreendeu”, contou o pescador. Ele tem permissão para pescar de forma profissional há oito anos e costuma viajar para diversos lugares para fazer as pescarias que geram renda, aliado ao prazer esportivo e possibilidade de conhecer diversos lugares diferentes.

“Esse cascudo deu 2,900 quilos de filé e vendi a R$ 40,00 o quilo. Tenho compradores de toda a região e a procura é gigantesca”, afirmou Renan em entrevista. O cascudo, presente em lugares mais profundos onde tem alimento para suprir suas necessidades, tem escamas semelhantes a lixa. Está presente em rios, especialmente, do Estados do Sul. Também encontrado em outros locais do Brasil.

Da redação com informações e imagem das redes sociais do pescador e ND.

Veja também