Manutenção da SIX, em julho, prevê contratação temporária de 800 trabalhadores

 Manutenção da SIX, em julho, prevê contratação temporária de 800 trabalhadores

De acordo com a gerência de imprensa da Petrobras, a entrega de produtos permanecerá ocorrendo normalmente durante a chamada ‘parada planejada de manutenção’, programada para iniciar em 17 de julho e seguir até a primeira semana de agosto. Serão três semanas em que a Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) pretende contar com 800 trabalhadores, na sua maioria locais, e projeta movimento econômico.

A perspectiva da estatal é de que, por meio de empresas contratadas, gerenciadas e fiscalizadas pela Petrobras, seja necessária a contratação de até 800 pessoas, sendo mais de 700 (cerca de 80%) de São Mateus do Sul e região, possivelmente via Agência do Trabalhador local ou critérios próprios dos contratantes. Além disso, o trabalho deve movimentar o setor de comércio e serviços são-mateuense.

A empresa cogita a necessidade de hospedagem, alimentação, transporte e compra de equipamentos de proteção individual, ferramentas, consumíveis e de oficinas especializadas, dentre outros. Oportunidade de negócio para o município, somada aos empregos temporários de três semanas. Todo o trabalho segue os protocolos específicos com rígidas ações de prevenção à Covid-19, segundo a empresa.

“Durante a parada, essas ações serão intensificadas. O atendimento aos protocolos é realizado pelas empresas contratadas e auditado de forma contínua pela Petrobras”, afirma a nota da estatal sobre a parada da SIX. Entre outras coisas, a aplicação de testes rápido, que já vem sendo realizada desde maio de 2020, testes de antígeno e orientação para reportar qualquer sintoma e isolamento se necessário.

Segundo a empresa, nas instalações da Petrobras em São Mateus do Sul, há o autodiagnóstico e medição de temperatura na entrada. Ainda, “uso obrigatório de máscaras e a disposição de álcool em gel em todos os ambientes da SIX, assim como o distanciamento entre as pessoas no local de trabalho e nos transportes coletivos”. Se identificada a necessidade, há atendimento médico e quarentena.

Na parada programada, a empresa fará a manutenção de “cerca de 160 equipamentos, como forno, reator de pirólise, tocha, tubulações, vasos, tanques e sistema de especificação de minério de xisto para processamento”, segundo a gerência de imprensa. A paralisação não prejudica a entrega dos produtos da SIX, isso porque a empresa fará um estoque antes do início para evitar qualquer desabastecimento.

Segundo a nota da estatal, este trabalho tem o foco preventivo em todo o sistema operacional da SIX em que as “paradas programadas de manutenção na Petrobras são um procedimento de rotina, seguem itens normativos e padrões internacionais de segurança. Elas visam garantir as condições operacionais das unidades e o atendimento aos requisitos legais aplicáveis às instalações industriais”.

Da redação Cultura Sul FM com informações da gerência de imprensa da SIX

Veja também