São-mateuense Lauriane é campeã de Jiu-Jitsu na Open Rio 2021

 São-mateuense Lauriane é campeã de Jiu-Jitsu na Open Rio 2021

Atleta começou em 2016 o Jiu-Jitsu, em um projeto da escola, e se apaixonou pelo esporte.

Dia 20 de março, com certeza ficará marcado na história da são-mateuense, Lauriane Stavacz Afonso, de apenas 15 anos de idade. Neste dia, aconteceu na cidade do Rio de Janeiro, a final do campeonato internacional Open Rio 2021, onde a jovem se consagrou campeã de Jiu-Jitsu.

Disputa foi contra atleta da Geórgia, (Estados Unidos).

Ela contou, que começou em 2016 o Jiu-Jitsu, em um projeto da escola, e se apaixonou pelo esporte, sempre apoiada e motivada pela sua família. “Com seis meses no esporte eu já comecei a competir e vi que não iria parar mais, treinava e competia, sempre buscando evoluir”, contou.

Em relação a competição Open Rio, de nível internacional que à consagrou campeã, ela disse, que foi um momento muito especial, conseguindo trazer o melhor resultado para São Mateus do Sul. “Na Open Rio, foi uma “vibração” muito boa que senti lá, o ginásio inteiro torcendo, eu competi com uma moça da Geórgia, (Estados Unidos), foi uma luta muito dura”, relembrou.

Lauriane disse que conseguir chegar na sua meta e ser reconhecida é muito importante. “Muitas meninas vieram falar que sou uma inspiração, eu sempre me inspirei em muitas mulheres fortes, isso é muito bacana”. Segundo ela, conhecer sobre as artes marciais ajuda não só para competições, mas para defesa pessoal das mulheres, já que o objetivo principal de cada um dos lutadores consiste na derrubada de seu oponente, bem como a imobilização.

A tradução das palavras Jiu Jitsu é “arte versátil, suave”. No Jiu-Jitsu usa-se a força e o peso do adversário contra ele, sendo permitido, inclusive, lançar o adversário em queda. “Ter essa base das artes marciais é muito importante, essa sabedoria repassada pelo esporte ajuda muito, é uma filosofia de vida. É interessante que as pessoas conheçam mais, eu recomendo”, concluiu Lauriane.

 

Da redação Portal Cultura Sul com fotos de arquivo pessoal

Veja também