Grevista afirmam que servidores foram impedidos de entrar na SIX e Petrobras esclarece motivos

 Grevista afirmam que servidores foram impedidos de entrar na SIX e Petrobras esclarece motivos

Nesta sexta-feira (26/03), o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias de Refinação, Destilação, Exploração e Produção de Petróleo (Sindipetro) – Estados do Paraná e Santa Catarina – por meio da direção sindical em São Mateus do Sul, mobilizou greve de trabalhadores da Unidade de Industrialização do Xisto (SIX). Dentro dos objetivos estava o de garantir a manutenção dos serviços essenciais.

No início da mobilização, segundo o Sindipetro, alguns trabalhadores que estariam disponibilizados para compor a equipe mínima de serviços essenciais, teriam sido barrados na entrada da SIX, no início da manhã. A reclamação foi de que os funcionários foram impedidos  de se dirigirem aos seus locais de atuação, ficando sob o risco de penalizações como descontos nos seus salários.

“Em relação ao movimento grevista na Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) em São Mateus do Sul, no Paraná, a Petrobras informa que não há impacto na produção.  Como não houve a troca de turno no horário definido na escala da companhia, a Petrobras acionou a equipe de contingência operacional que opera a unidade, na expectativa do retorno dos trabalhadores na próxima troca de turno”, afirmou a estatal.

A gerência de imprensa citou que a troca de turno ocorre de 12 em 12h, neste período de pandemia, e justamente nesta mudança entrou com um ‘grupo reserva’ de trabalhadores para garantir os serviços em funcionamento. A chamada ‘equipe de contingência operacional’. O que, segundo a Petrobras, justifica a postura diante do movimento grevista organizado nesta sexta-feira, frente à SIX.

A empresa defende que houve diálogo e concordância entre a estatal e os trabalhadores, em 2020. “O movimento de greve causa enorme estranheza à companhia visto que o Acordo Coletivo de Trabalho 2020-2022 foi pactuado há cerca de 6 meses, sendo um dos melhores acordos entre todas as categorias do país”, afirma a gerencia de imprensa frente ao movimento de greve realizado em São Mateus do Sul.

Sobre a possível venda da SIX, a Petrobras declara que não vai demitir ninguém. “Os empregados da Petrobras que decidirem permanecer na companhia poderão optar por transferência para outras áreas da empresa ou optar pela adesão ao Programa de Desligamento Voluntário, com pacote de benefícios”. Citando, ainda, que “mantém aberto o canal de diálogo com a entidade sindical”, dentro das prerrogativas legais.

Além disso, a estatal cita que realiza reuniões extraordinárias, sempre que necessário, recebe e responde ofícios e cartas em geral. Ainda tem diálogos constantes entre o setor de recursos humanos da Petrobras e o Sindipetro. A paralisação foi motivada, de acordo com o sindicato, pela incerteza sobre possível transferência de trabalhadores para outros locais, sem uma exatidão desta tratativa e opções colocadas, em caso de venda.

Da redação Cultura Sul FM com informações da Petrobras e Sindipetro e fotos recebidas da direção sindical

Veja também