PM atende ocorrências de ameaças, furto e violência doméstica

 PM atende ocorrências de ameaças, furto e violência doméstica

Ocorrências atendidas pela 3ª CIA de 21 para 22 de junho de 2020.

Apoio a outro órgão

 O COPOM repassou solicitação para apoio a bate grade na delegacia de polícia. Equipe no local, foi realizado vistas nas celas 1 e 2 pelos agentes. Apoio realizado sem alteração. 

Horário/Local: às 16h30 do dia 21 de junho de 2020, 3ª SDP.

Ameaça

Solicitante relatou que teria sido ameaçada pelo seu convivente. Uma viatura foi até o local e a solicitante informou que seu amásio estaria sob efeito de bebida alcoólica, proferindo ofensas e ameaças contra a mesma na frente de sua filha menor. O suposto agressor se comprometeu a se deslocar até a casa de sua genitora, sendo assim a solicitante optou por momentaneamente não representar contra o mesmo. Sendo ambos orientados e advertidos. 

Horário/Local: às 16h00 do dia 21 de junho de 2020, Rua Casemiro Vitikoski, Prohmann.

Ameaça

Solicitante informa que possui uma desavença antiga com uma pessoa, inclusive possui Boletim de ocorrência contra q mesma e, que nesta data a pessoa em questão, ameaçou a solicitante e o marido dela de morte. A solicitante afirmou ter visto uma arma de fogo do tipo revólver.

Horário/Local: às 17h4O do dia 21 de junho de 2020, Sede da 3ª Cia.

Violência Doméstica

O COPOM repassou situação de violência doméstica no endereço supracitado, onde uma pessoa estaria aguardando a equipe, próximo ao Supermercado Brongiel, pois teria fugido do local. A equipe se deslocou até o local, entrou em contato com a mulher, a qual relatou à equipe que teve uma discussão com seu convivente e, que este a agrediu com tapas na cabeça, que durante as agressões estes chegaram a quebrar a janela da residência, porém sem ferimentos em ambos. Neste momento ela saiu da residência ligou ao seu irmão para que este ajudasse a solicitante a acionar a polícia pois estava muito nervosa e não conseguia fazer chamada. Deslocado até a residência entrado em contato com o convivente da mulher, este negou os fatos dizendo que não a agrediu e que a janela foi ela quem quebrou, versão confirmada pela sua irmã. Questionado se a mulher representaria criminalmente contra o convivente, ela respondeu que sim e reforçou a afirmativa de que sofreu agressões físicas. Diante do exposto foi dado voz de prisão ao homem, que não reagiu de nenhuma forma e foi conduzido sem uso de algemas. As partes foram encaminhadas ao pronto atendimento conforme ficha de atendimento ambulatorial e posteriormente até a delegacia de polícia para procedimentos da polícia judiciária. 

Horário/Local: às 20h30 do dia 21 de junho de 2020, Rua Casemiro Witkoski, Vila Prohmann. 

Furto qualificado

A Solicitante relatou que teve sua residência violada durante sua ausência, de onde foram levados os vários objetos. A mesma informou que a residência ficou sem ninguém por mais de 24 horas e que não sabia precisar em que momento pode ter ocorrido o furto, sendo orientada. 

Horário/Local: às 21h00 do dia 21 de junho de 2020, Rua Desembargador Joaquim F. Guimaraes, Prohmann.

Com Informações da PM

Veja também