Jovem é alvejado a tiros por arma de fogo em São Mateus do Sul e Polícia prende suspeito

Na madrugada desta quarta-feira (01/01/2020), por volta de 01h30, as equipes foram acionadas via COPOM, repassando que teria ocorrido disparos de arma de fogo na Rua Santo Antônio, Vila Bom Jesus próximo a banca do Tio Pedro.


De imediato a equipe ROTAM se deslocou até o referido local, sendo identificado uma vítima (L. M. F.), a qual havia sido atingido por três disparos sendo uma no tórax lado direito, um disparo na boca e um disparo de raspão no lado direito da cabeça.
A equipe RPA se deslocou para prestar apoio na ocorrência, porém até aquele momento não tinha identificação de nenhum suspeito do ocorrido. A vítima foi socorrida pela equipe do corpo de bombeiros e transportada até a unidade pronto atendimento desta cidade, questionada a vítima, esta informou que o autor dos disparos teria sido D. D. de O.


De imediato ambas as equipes começaram as buscas na região, porém em um primeiro momento o autor não foi localizado. A equipe ROTAM foi até a unidade pronto atendimento para obter maiores informações do ocorrido, e duas ligações anônimas informavam de que o verdadeiro autor dos disparos teria sido R. C. M. A vitima foi questionada sobre as novas informações e ele novamente afirmou ter sido D. D.


Diante da nova informação a equipe RPA retornou até a Vila Bom Jesus, quando na Rua Santo Antônio visualizou alguns indivíduos transitando pela via, sendo realizada abordagem destes, e identificados os acusados M. O. e D. D. de O. porém nada de ilícito com estes foi localizado.
Diante da afirmação da vítima em dizer que D. teria sido o autor dos disparos, a equipe deu voz de prisão ao mesmo e o conduziu até a 3ª SDP para providencias cabíveis.

O outro individuo foi liberado no local da abordagem. A vítima ficou internada na unidade pronto atendimento de São Mateus do Sul e segundo informações médicas não corria risco de morte.
Em contato com autoridade policial e entrevista prévia com o rapaz que foi alvejado, e se encontra sobre efeito de medicamentos, havendo duvida com relação à autoria e diante da ausência da apreensão da arma de fogo, deixa-se de instalar o inquérito policial por meio do auto de prisão em flagrante, diante da dúvida com relação a autoria, Instalando-se posteriormente o inquérito mediante portaria, a descrição da unidade policial do delegado titular da 3ª SDP.

Veja também

Leave a Reply