Comércios terão de fixar indicação de validade e origem dos produtos. É o que propõe o deputado Bacil

 Comércios terão de fixar indicação de validade e origem dos produtos. É o que propõe o deputado Bacil

O parlamentar, visando mais confiabilidade e segurança alimentar na venda de produtos fracionados, apresentou projeto de Lei para instituir cartazes ou tarjas indicativas com origem, data de recebimento e validade nos estabelecimentos comerciais paranaenses. A iniciativa visa, sobretudo, garantir o direito a informação ao consumidor.

O deputado estadual Emerson Bacil (PSL) defende que a venda de alimentos fracionados, embalados, reembalados ou carnes e pescados tenham este cuidado. Supermercados, padarias, peixarias, açougues, casa de frios e outros estabelecimentos destes gêneros informem estes dados aos clientes. “Para comprar sabendo a origem, quando o produto foi repassado e sua validade”, frisa.

Ele explica que produtos embalados pelo fabricante, que já conta com estes dados, estão fora da abrangência da proposta. “Alimentos como carne, frango e peixe têm alta probabilidade de agregar microorganismos”, justifica a proposição. Ao passo que, de acordo com a iniciativa, contendo estes dados fomenta mais credibilidade, em especial, sobre a origem. A validade é outro fator importante ao consumidor.

“Até para o próprio comerciante é um adendo que traz junto de si mais confiança. O seu cliente fica satisfeito e certo de estar adquirindo um produto com maior segurança alimentar e sabendo da origem”, observa Emerson Bacil. Ainda, a descrição destes dados evitada inserção de alimentos de origem duvidosa, pela necessidade de constar estas informações. “Vem em defesa da informação prestada ao consumidor”, completa.

Veja também

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *