Uso privado de avião do governo, citado pela imprensa, derruba o Chefe do Parlamento na Polônia

 Uso privado de avião do governo,  citado pela imprensa, derruba o Chefe do Parlamento na Polônia

Marek Kuchcinski renuncia ao mandato após a mídia polonesa destacar o uso de aviões do governo da Polônia para fins particulares e familiares. Alegando “grave erro cometido”, de acordo com agências internacionais, dentre elas a Reuters, e a imprensa do seu país, o Chefe do Parlamento deixou o cargo nesta quinta-feira (08/08). O escândalo foi divulgado semanas antes de eleições gerais.

Marek teria feito 23 vôos pessoais e familiares com aeronaves do governo. Ele faz parte do conjunto de políticos poloneses de direita do partido Lei e Justiça com proposta de combate à corrupção e privilégios. O uso privado de equipamentos públicos levou à renuncia sem exitar em se justificar e tentar a permanência no poder.

O partido do ex-chefe chegou ao poder, onde tem maioria absoluta, justamente por dizer que não iria tolerar influência comunista e, também, limpar o legado da corrupção da Polônia. Mesmo justificando a necessidade de deslocamento para regiões afastadas da capital Varsóvia, Kuchcinski deixou o mandato. “Acredito que renunciar às minhas funções é o melhor, já que a opinião pública avaliou negativamente meu comportamento”, disse na sede do partido.

Da redação com informações de agências internacionais, Reuters e fotos governo polonês

Veja também

Leave a Reply