Redução do uso de sacolas plásticas. Canoinhas inicia a discussão entre vereadores

 Redução do uso de sacolas plásticas. Canoinhas inicia a discussão entre vereadores

Um projeto de Lei, apresentado na sessão desta segunda-feira (08/07), visa estimular a conscientização e retirar embalagens do cenário municipal. “Dispõe sobre o Consumo Consciente e Redução do Uso de Sacolas Plásticas no Município de Canoinhas”, aponta a proposição de autoria do presidente da Câmara de Canoinhas, vereador Célio Galeski.

Em sua fala, o proponente disse que achou interessante e trouxe para a Casa de Leis, devido à sua importância. “A ideia é da Priscila Cristine Darmorus Soares, Analista de Negócios/Setor de Marketing da Rede dos Supermercados Bruda”, destaca nota da assessoria da Câmara. A representante do comércio fez uso da tribuna e explicou detalhes da ideia para os vereadores e comunidade presente na sessão.

O presidente da Câmara mostrou uma sacola reaproveitável/retornável, durante a reunião, e ressaltou que os demais vereadores foram presenteados pela chefe de gabinete Marli, responsável por essa iniciativa.

Priscila Cristine Darmorus Soares mencionou que a ideia (projeto) surgiu no coração da rede Bruda. A analista apresentou o projeto e a responsabilidade que o estabelecimento tem, caso do “Sacola Zero” que vem neste propósito, pensado globalmente e no futuro. O uso consciente de sacolas plásticas oferece alternativas para o cliente armazenar suas compras ao ponto de zerar o oferecimento de sacolinhas. “Hoje 50% do consumo já reduzimos na rede Bruda”, revelou.

Para a vereadora Camila Lima, as escolas são o ponto de partida da conscientização, seguida dos adultos, no consumo consciente. “Precisamos fazer algo, não podemos deixar para os outros fazerem algo com o meio ambiente, temos que ter essa iniciativa”, concluiu. O vereador Coronel Mario disse da satisfação dos vereadores quando a comunidade participa trazendo ideias e projetos.

Paulo Glinsli falou sobre a iniciativa do projeto, a explanação, a conscientização da comunidade, e lembrou de que, anos atrás, já se ouvia sobre essa ideia e não foi concretizada por manifestação popular e do comércio local. Houve resistência da comunidade, segundo o vereador. Wilmar Sudoski lembrou que a certo tempo houve uma conversa sobre esse tema, mas sem a conscientização dos usuários. “Contamos com a imprensa para essa conscientização. O meio ambiente agradece”, afirmou o parlamentar.

Da redação com informações e fotos da assessoria da Câmara de Canoinhas

Veja também

Leave a Reply