Lapa “empresta” sua história para novo quadro televisivo, atrelado ao tropeirismo local

 Lapa “empresta” sua história  para novo quadro televisivo,  atrelado ao tropeirismo local

A produção de um novo programa de entretenimento cultural, da Rede Paranaense de Comunicação (RPC), será apresentado por Daiane Fardin. O primeiro episódio foca a histórica da Lapa e a produção local fica por conta do experiente Márcio Assad, que coordena o Lapa Film Comission e atualmente responde pela Coordenação Geral de Comunicação e Eventos do município.

Assad conta que as gravações serão realizadas em dois dias, tendo como cenário a região da localidade do Feixo, com Hilário Rodrigues. O lendário tropeiro que mantém um museu dedicado ao tropeirismo, cede espaço à primeira data. No dia seguinte, as gravações serão no Centro Histórico. O objetivo é mostrar “os aspectos das marcas deixadas pelo tropeirismo, a beleza cênica e a gastronomia tropeira”, relata o produtor local.

Para fechar o trabalho, um “pock show” do compositor e cantor Silvestre Alves, que é professor pesquisador do tema, será gravado. Silvestre é bisneto de Arthur Barbosa Ribas – ex-escravo e tropeiro domador de animais do tropeiro Coronel David dos Santos Pacheco (Barão dos Campos Gerais). Depois de liberto (em 1880, quando da passagem de D. Pedro II pela Lapa), Arthur continuou a sina de domador e seus filhos seguiram o mesmo ofício.

“Mais uma vez a Lapa, em destaque por sua cultura e história, fruto de um trabalho de quase quarenta anos do lapeano que é considerado um verdadeiro Embaixador da Legendária cidade. Márcio Assad, que atua em âmbito nacional e internacional nas áreas do tropeirismo e da ferrovia, honra a terra em que nasceu e tanto ama é um exemplo de dedicação, civismo e de brasilidade”, destaca a nota do departamento de Cultura e Turismo do município.

Nas fotos Márcio Assad, com Daiane Fardin, apresentadora do novo programa da RPC/Globo e com Silvestre Alves, quando homenageou o bisavô de Silvestre Alves, no festival criado por Assad de tropeirismo e gastronomia paranaense.

Da redação com informações e fotos do departamento de Cultura e Turismo da Lapa

Veja também

Leave a Reply