Sãomateuenses fazem passeata, apoiando a greve dos caminhoneiros

0

São Mateus do Sul vive o terceiro dia de protestos de caminhoneiros nesta quarta-feira (24/05), todos em prol da redução do diesel e gasolina.

A greve começou nesta terça-feira (22/05), por volta das 8 horas da manhã, e vem sensibilizando todos os sãomateuense, com isto nesta quarta, diversos lojistas, comerciantes…, se encontraram no local das manifestações, na BR-476, em frente ao Posto Triangulo.

O seu principal intuito era o protesto contra a falta de respeito com os brasileiros, Reginaldo Macuco, um dos organizadores da manifestação, relata que “Esse país já passou da hora de melhorar, houve diversas manifestações, “encabeçadas”, por sindicatos, mas abafaram, não tendo força, mas agora chegou a nossa hora, o momento dos trabalhadores, as pessoas que possuem a mão calejada do trabalho árduo, nós caminhoneiro não aguentamos mais essa falta de respeito”, revela.

Não somente Macuco estaria indignado com os altos preços do combustível, diversas empresas compareceram, tendo a Rádio Cultura Sul FM, a frete de toda a cobertura da manifestação, confira as fotos!

São Mateus do Sul teve pelo menos a maioria dos lojistas, com as portas fechadas, em ajuda e incentivo a greve, muitos caminhoneiros de lugares distintos, estão parados em São Mateus do Sul, Renato Luiz Simon é motorista de uma carreta tanque de 9 eixos, tendo a maior parada no município, Simon em entrevista com a reportagem do Portal Cultura Sul FM, ressalta, “Minha terra é longe daqui, e vejo a força que esse povo, desta cidade tem unidos, somos subordinados por esses pilantras que estão no poder, sou totalmente a favor e dependendo de mim estarei aqui até o último dia da manifestação”, reforça.

A Rádio Cultura Sul FM, nesta quarta-feira, por volta do meio dia, auxiliou os protestantes com 50 marmitas, junto à água e refrigerantes, o Diretor Emerson Bacil da emissora relata a importância de ajudar aqueles que querem mudar o nosso Brasil, com gestos pequenos, mudaremos toda uma nação.

“Devemos ter o compromisso com os anseios da comunidade, jamais serem um país democrático, verdadeiramente enquanto não ouvirmos a voz da população”, reforça Emerson.

Depois do discurso, os manifestantes rezaram o Pai Nosso, após hino Nacional, posteriormente uma passeata até a frente da Chimarrodromo,

A passeata e a manifestação foi totalmente pacífica, nenhum problema foi registrado pela Policia Militar (PM), até o momento, diante disto, após as celebrações sobre manifestação se encerrou no Chimarrodromo, e os manifestante, retornando para o local de “travamento”.

Mais informações em Breve.

Da Redação Portal Cultura Sul FM, reportagem e fotos: Lucas Ricardo Cordeiro Ferreira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here