Prefeitura de Canoinhas promove caminhada pela valorização da vida

0

Entoando a frase: “sim à vida. Não ao suicídio”, aproximadamente 150 pessoas saíram às ruas na manhã de sexta-feira (15/09) convocando a população a mostrar que a vida tem valor. A ação fez parte da programação que comemora os 106 anos do município.

A concentração aconteceu na Praça Osvaldo de Oliveira. O grupo percorreu algumas ruas do Centro até chegar à prefeitura; ponto final da caminhada. O evento foi organizado pela Secretaria de Saúde por meio do Centro de Atenção Psicossocial (Caps).

O Governo Municipal entrou na luta contra o suicídio no início deste mês. ‘Você tem valor! É com este enfoque que a Secretaria Municipal de Saúde está propondo reflexões sobre a prevenção ao suicídio para além da que já ocorre no Sistema de Saúde’.

Além da caminhada, houve momento de reflexão junto aos profissionais da Saúde, campanha em rádio, promoção de rodas de conversa nas unidades de saúde, distribuição de material informativo. Segunda, dia 18, será realizado pedágio na esquina das ruas Paula Pereira e Getúlio Vargas.No dia 28 acontece simpósio no IFSC, a partir das 18h30. Participam Erasto de Maio Netto (especialista em saúde mental) e Floriano Wroblevski e Nirlei Pilz (do Programa Amor Exigente). O evento é promovido pelas secretarias de Educação e Saúde.

Todas estas ações do Poder Executivo fazem parte do “Setembro Amarelo”que é uma campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio, com o objetivo direto de alertar a população a respeito da realidade do suicídio.

Roda de conversa

Servidores que trabalham na Secretaria de Saúde participaram de uma roda de conversa neste mês com o médico auditor João Ramão. “Trabalhamos aqui diretamente com um grande público e por isso fizemos esta conversa para mostrar aos nossos servidores que é possível perceber e prevenir suicídios”, relata a secretária de Saúde, Alexandra Lavina Iglikowski.

Ramão falou que o Brasil é oitavo País no mundo em número de suicídios. Entre os principais fatores de risco entre jovens estão o afastamento dos pais biológicos, o divórcio dos pais, o suicídio de pais ou parentes próximos, a dependência química, falta de orientação sexual e gravidez precoce. Canoinhas tem um índice significativo a partir dos 60 anos.

Quase 100% dos casos de suicídios estão relacionados à algum transtorno mental, agregado a isso estão a utilização abusiva das substâncias e dificuldades econômicas. Sintomas de depressão, mudança de comportamento, isolamento e desinteresse por outras atividades devem sempre ser um alerta.

Para saber mais como prevenir o suicídio, acesse: Baixar programa

Com informações e fotos da assessoria pref. Canoinhas

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here