Mal súbito causa morte do ex-deputado Luciano Pizzatto

0

Na madrugada desta quarta-feira (21/03), o ex-deputado Luciano Pizzatto, que iria fazer 61 anos nesta sexta-feira (23/03), morreu no Hotel Nacional de Brasília, ele era secretário representante do Paraná/PR, em Brasília. Por volta das 1h desta quarta-feira, teve um mal súbito no Hotel Nacional, próximo à Rodoviária do Plano Piloto – área central de Brasília, sua morte foi confirmada pela assessoria de imprensa da vice-governadora do Paraná, Cida Borghetti.

Segundo a Polícia Militar (PM), uma suposta testemunha, estava junto no momento da morte, relatando que ele teria problemas cardíacos tendo problemas de diabetes, com um mal súbito, após deitar na cama. Também ressalta que Pizzatto, caiu na cama, bateu a cabeça na cômoda e cortou a testa, o Serviço de Atendimento Móvel Urgência (SAMU), tentaram reanima-lo, mas sem sucesso.

G1

Ainda à Polícia Civil, diz que fez perícia durante a madrugada, repassando que a testemunha pediu socorro aos seguranças do hotel, o subgerente acionou os militares e o SAMU, quando o socorro entrou no quarto, avistaram Pizzatto “praticamente morto”, com massagem cardíaca tentando reanimá-lo por diversas vezes, sendo registrada a morte pelo SAMU, e o corpo encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML).

Ainda a causa oficial da morte de Pizzatto, não foi diagnosticada, o IML repassa que o corpo está na necropsia, não tendo previsão de horário pra liberação.

Beto Richa (PSDB), governador do Paraná, declarou luto de três dias, determinando também que a Casa Militar, faça suporte na liberação do corpo, conforme o governo estadual, o velório deve ter início nesta noite, na capela do Palácio Iguaçu, em Curitiba/PR, sendo cremado conforme desejo dele.

Luciano Pizzatto nasceu em Curitiba no dia 23 de março de 1957, se formou engenheiro florestal pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), sendo deputado estadual por um mandato federal por quatro legislaturas, presidiu a Companhia Paranaense de Gás (COMPAGÁS), também sendo especialista em direito socioambiental, publicou diversos trabalho sobre questões de meio ambiente. Pizzatto deixa esposa e três filhos.

Da Redação Portal Cultura Sul FM, informações G1.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here