General Carneiro tem registro de tentativa de estupro de menina

0

A Polícia Militar (PM) da 1ª Companhia do município de General Carneiro atendeu ocorrência em que uma garota de 13 anos foi vítima de abuso e tentativa de “estupro de vulnerável”. A constatação do crime de violência sexual, ato libidinoso e tentativa explícita de forçar uma relação sexual aconteceu na manhã desta quinta-feira (06/09).

O relatório da PM aponta que uma equipe foi acionada pelo Colégio Estadual Ana Boiko, via Conselho Tutelar e com base em informações repassadas pela escola. O relato apontava para estupro de vulnerável frente a uma aluna de 13 anos. A menina teria relato que “alguns dias atrás, enquanto sua mãe não estava na residência”, foi vítima do proprietário da casa.

A família, conforme a PM, mora de favor no local e o dono atacou a menor, apalpando a mesma, proferindo frases chulas frente à menina e tentando levá-la à força para o quarto. Há entendimento jurídico de que em caso de menores de 14 anos, pela integridade moral e sexual, o crime de estupro de vulnerável se configura, supostamente, pela tentativa do abuso.

A garota conseguiu fugir e se trancar no banheiro, chorando. Essas informações foram confirmadas pelo irmão dela de dez anos. Em seguida o homem ameaçou a jovem e seu irmão, conforme a PM, citando que “caso contassem para alguém iriam apanhar”. Ao ser acionada, a mãe disse desconhecer o suposto crime praticado contra a filha, indicando mudança repentina da residência para outro local.

Os policiais foram até a residência do acusado, localizada na Vila São João. Contudo, o mesmo não estava, pois, segundo as informações da PM, o suposto agressor e acusado desse estupro de vulnerável “trabalha no interior e só vem para casa nos fins de semana”.

Da redação com informações da PM via boletim do 27º BPM – imagem CNJ – Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here