Estado repassa caminhões para ‘resolver o problema do lixo nas pequenas e médias cidades’, segundo Rossoni

0

Nesta terça-feira (22/08), no Palácio Iguaçu em Curitiba, o governo estadual realizou a assinatura de convênios com 45 municípios para aquisição de caminhões de coleta de lixo. As autorizações foram homologadas pelo governador Beto Richa e esses veículos fazem parte do Sistema Integrado de Coleta Seletiva, programa executado pelo Instituto das Águas do Paraná (Aguasparaná).

Na região, nessa 1ª etapa: Irati, Palmeira, Rio Azul e Teixeira Soares assinaram convênio para coleta seletiva. General Carneiro, Mallet, Paula Freitas e União da Vitória serão contemplados com equipamentos esportivos e caminhão basculante, conforme a Agência Estadual de Notícias.

O Instituto das Águas já recebeu aporte de R$ 20 milhões para que os municípios implantem e aprimorarem a coleta seletiva. Em sua fala, o governador afirmou que os lixões se tornaram o principal problema ambiental dos municípios e que a solução é difícil porque aterros sanitários custam caro.

“Nossa proposta do governo é auxiliar os municípios na implantação dos aterros e acabar com lixões no Paraná. Só teremos um Estado forte se tivermos municípios fortes, que promovam desenvolvimento e garantam bem-estar à população. As parcerias só são possíveis com diálogo e respeito, o que se tornou ponto alto deste governo”, afirmou Richa.

O objetivo, conforme o secretário Chefe da Casa Civil, Valdir Rossoni, é auxiliar cidades menores. “A meta para este ano é chegar a 100 contratos e, até o próximo ano, atender todos os municípios de pequeno e médio porte. Estamos instrumentalizando as prefeituras porque o governo do Paraná quer ajudar a resolver o problema do lixo”, ressalta.

O programa prevê também a compra de equipamentos para que o material recolhido seja separado e processado, como esteiras, carrinhos, compactadores e prensas eletrônicas. Além disso, o Provopar Estadual e a Sanepar desenvolverão programas de educação ambiental nas cidades e ajudarão no treinamento dos trabalhadores das cooperativas.

Prefeito de Frontin busca informações sobre o benefício – Foto Sebastião Elias da Silva

O prefeito de Paulo Frontin, Sebastião Elias da Silva, está nessa listagem dos 100 municípios a serem atendidos. Ele salienta a importância do repasse, que deve ocorrer em breve. “Será muito importante ao nosso município esse caminhão para coleta de lixo”, reafirma. Nesta segunda-feira (21/08) ele teve agenda com o Diretor de Operações do Aguasparaná, Emerson Leska, justamente para tratar deste assunto.

Enquanto isso, conforme o prefeito de Inácio Martins e presidente da Associação dos Municípios do Centro Sul do Paraná (Amcespar), Junior Benato, estuda proposta conjunta de gestão de aterro sanitário. Sintonia com o foco do governo estadual de acabar com lixões e implantar aterro, talvez com gestão compartilhada, não apenas na região de Irati, podendo se estender até São Mateus do Sul e União da Vitória. Tudo discutido previamente entre prefeitos.

Da redação com informações e fotos da Casa Civil

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here