Cruz Machado ficou com área central alagada nesta quinta-feira

0

As fortes pancadas de chuva, no final da tarde e início da noite de quinta-feira (30/11), colocaram uma parte do centro de Cruz Machado debaixo de água. Além de espalhar sujeira e deixar casas inundadas, conforme relatos divulgados em redes sociais.

Até onde se pôde apurar, o prefeito do município, Euclides (Bibi) Pasa, não se pronunciou oficialmente, mas teria reunido a equipe de governo para medidas emergenciais. Também, a informação é de que setores da prefeitura estariam ajudando pessoas que tiveram suas casas inundadas ou necessitaram de apoio.

Isso porque o Rio Palmeirinha, que corta a área central da cidade, transbordou muito rápido, por conta da forte chuva. Os danos reais só poderão serem quantificados na manhã desta sexta-feira (01/12). Contudo, não há registro de feridos ou vítimas, por enquanto.

Há uma semana, no dia 23 de novembro, a Câmara de Vereadores de Cruz Machado teve uma audiência com o secretário chefe da Casa Civil, Valdir Luiz Rossoni, presidente da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep), Ademar Traiano, deputados estaduais, Bernardo Ribas Carli, Hussein Bakri e Paulo Litro, diretor-presidente do Instituto de Terras, Cartografia e Geologia do Paraná (ITCG), Amilcar Cavalcante Cabral, prefeito Bibi e demais autoridades.

Rossoni com Bibi e Carli na discussão da dragagem / assessoria da prefeitura

Neste ato, o governo estadual sinalizou R$ 2 milhões para a dragagem do Rio Palmeirinha, ação que aguarda liberação de valores. Justamente para evitar esse tipo de transtorno que repentinamente tem trazido danos aos munícipes, quando da ocorrência de fortes chuvas.

Da redação com informações e fotos coletas via redes sociais e grupos de WhatsApp

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here