Corpo de Bombeiros homenageia o Soldado Sandro Carlos Borde

0

O Corpo de Bombeiros de São Mateus do Sul saíram nas ruas do município com sirene e buzinas por volta das 10h30, realizando homenagem ao soldado Sandro Carlos Borde o qual faleceu em um acidente, enquanto prestava socorro em outra ocorrência, (in memorian), também a todos os Bombeiros que morreram no atentando 11 de Setembro nos Estados Unidos (EUA).

Borde foi vítima de uma tragédia no dia 11 de Setembro de 2011, onde presta socorro a pessoas em um acidente. Seu corpo foi enterrado em Irati com honras militares, a situação comoveu a comunidade, que acompanhou a emocionante despedida do militar.

 

O caso

O motorista José Luiz Furlan do Pra, foi liberado após colidir seu caminhão em um complexo acidente no dia 11 de Setembro de 2011, na PR-151. Fato que ocorreu entre os municípios de São Mateus do Sul e São João do Triunfo.

A Tragédia vitimou fatalmente o soldado do Corpo de Bombeiros, Sandro Carlos Borde, 36 anos. Mais três militares que prestavam atendimento aos feridos de uma colisão frontal e um tombamento de caminhão foram atingidos pelo veículo desgovernado.

Segundo o superintende da 3ª Subdivisão Policial de São Mateus do Sul, João Carlos, ainda no domingo o motorista foi ouvido e liberado. No dia seguinte, foi instaurado inquérito para apurar as circunstancias em que o acidente ocorreu,

Matéria publicada dia 16 de Setembro de 2011 / Jornal folha de Irati.

 

Conheça sobre o Soldado Borde

Dedicado, disposto, alegre, profissional e companheiro. Estas foram algumas das qualidades apontadas por colegas e amigos de trabalho do soldado Sandro Carlos Borde, que perdeu a vida ajudando o próximo. Apenas 36 anos o militar que completaria 15 anos como integrante do Corpo de Bombeiros, foi vítima de um complexo acidente, que envolveu seis veículos e deixou várias pessoas feridas.

A tragédia ocorreu por volta das 5h da manhã no dia 11 de Setembro de 2011, na PR-151, na comunidade de Taquaral. O Corpo de Bombeiros foi acionado para prestar atendimento a uma colisão frontal e um tombamento de caminhão. Enquanto socorriam as vítimas, quatro militares foram atropelados por um caminhão que desgovernado também acabou atingindo a viatura e veículos acidentados anteriormente.

O soldado não resistiu aos graves ferimentos. Seus colegas ficaram feridos e mesmo assim tentaram socorre-lo. Borde tinha curso de socorrista, cursos de socorrista e condutor de viaturas e polícia comunitária, ele fez escola de formação em soldados em São José dos Pinhais, na Academia Policial Militar do Guatupê e também trabalhou em Guarapuava, estaria em São Mateus do Sul a 6 anos.

 

Um gesto que salvou uma VIDA

Quando a equipe de bombeiros chegou à rodovia, pessoas que passavam pelo local já haviam parado para prestarem socorro. Entre elas estava a fisioterapeuta Fernanda Polak Gralak, que estava voltando para São Mateus do Sul de uma viagem com sua família para Paraguai. “Quando nos aproximamos vi um caminhão com sinal de alerta ligado e dois carros na pista. Os bombeiros chegaram muito rápido. Enquanto isso, fomos jogando galhos na rodovia para tentar sinalizar”, conta Fernanda.

A fisioterapeuta lembra que o soldado Borde estava atendendo uma vítima que havia sido retirado do Fiat UNO: “Ele pediu para eu ajudar e fui buscar uma luva na ambulância. Quando cheguei onde estava o ferido ele pediu para trocar de lugar comigo. Segundos depois eu só ouvi um estrondo e senti que alguém me empurrou. Eu creio que foi ele”.

Fernanda relata que não viu o que bateu no soldado. “O que estava entre nós era a pessoa ferida. Eu fui à última pessoa a falar com ele. Fiquei em estado de choque com o que aconteceu. Foi uma cena de terror. Lembro o forte cheiro de combustível no local e que ele estava desacordado. Ajudei outro bombeiro a levantar da pista”, lembra.

Ela mesma muito próxima do soldado Borde, não teve nenhum ferimento. “Eu não sei explicar oque aconteceu. Em segundos tudo se transformou. Não conheci o soldado antes dessa situação, mas com certeza ele ficará na memória de muitas pessoas, por tudo de bom que já fez”.

Texto publicado 16 de Setembro pelo Jornal folha de Irati.

Saudades Soldado Borde…

Da Redação Portal Cultura Sul FM.

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here