Candidato daqui – Emerson Bacil concede entrevista

0

Nesta manhã desta terça-feira (11/09), o candidato a deputado estadual Emerson Bacil (PSL), concedeu entrevista ao apresentador do Programa Cultura Sul Notícias, Elias Iensen, na Rádio Cultura Sul FM de São Mateus do Sul. A conversa foi sobre a sua candidatura, propostas e visão regional do postulante a uma das 54 cadeiras da Assembleia Legislativa do Paraná (Alep).

Emerson Bacil foi diretor da Rádio Cultura Sul FM, desde o ano de 2003 até se licenciar para a disputa eleitoral. Durante três anos comandou o programa criado para entretenimento e prestação de serviços: Show dos Bairros – aos sábados pela manhã. Sempre na interatividade com o público de São Mateus do Sul, São João do Triunfo, Antônio Olinto e região, movido ações sociais solidárias, inspiradas no pai Olisses (in memorian), segundo ele.

O candidato está fora do programa desde o dia 29 de junho, por conta da descompatibilização. “Esse programa tem uma interação muito grande com a população de nossa região. Nós víamos de perto a necessidade das pessoas e cobrávamos muito de nossos políticos e governantes, os quais estão lá para defender a população, porém não fazem o que estão designados a realizar, infelizmente”, frisou Emerson Bacil.

A realidade da população é muito diferente que se vê na televisão ou em jornais, as pessoas estão sofrendo muito por falta de governantes competentes, em seu entendimento. O candidato explica que isso motivou sua vinda para a política e, indignado com a falta de comprometimento de políticos com a população, lançou sua candidatura.

“Estou cansado de ver políticos que vem até a nossa região pegam os votos e desaparecem, só querem acordos pessoais e particulares, isso me leva a buscar uma nova plataforma que é representar o povo. Não sou um político de carreira, mas conheço a região e sei do que o nosso povo precisa, necessitamos de um representante efetivo envolvido diretamente com o povo para trabalhar por eles.”

O candidato também ressalta que seu pai, Olisses Bacil, tem uma grande influencia sobre sua candidatura. “A vida pública do meu pai é um exemplo que foi tomado por toda a nossa região, eu olho em Rio Azul, Mallet, Paulo Frontin, enfim… Toda a região o conhece, e sabe o político que foi em São João do Triunfo, se dedicando a vida inteira defendendo a população, utilizando o rádio para defender os mais carentes e humildes”, disse.

O apresentador questionou o candidato do porquê de ter escolhido o Partido Social Liberal (PSL). “Optei por este partido por ser autêntico e autônomo, onde não está veiculada a nenhuma corrupção. Também o PSL rejeitou milhões de dinheiro público para campanha de seus candidatos [em R$ 78 milhões do fundo partidário], onde o Congresso Nacional vergonhosamente aprovou bilhões de reais, investindo em campanhas de outros partidos e o PSL não recebeu um real desse dinheiro. Temos um trabalho voltado à comunidade e não interesses de pessoas que querem proveito de pessoas”, relatou.

Na previsão de estatística, o candidato disse que precisará de mais ou menos 20.000 mil votos para conseguir a vaga na Assembleia Legislativa, tendo grande chance para se eleger. São Mateus do Sul, São João do Triunfo, Antônio Olinto, e região, terão um representante na Alep “daqui”, para representar a população, segundo ele.

E se eleito for? O que pretende fazer pelos municípios da região, qual é sua proposta?, questionou Elias Iensen. “Vou estar aqui sempre, não ser igual esses ‘paraquedistas’ que aparecem um tempo e somem, abusando da ‘cara’ do povo, estou completamente comprometido com está decisão que tomei em minha vida”, relatou.

Propostas.

Saúde:

1- Incentivo para a construção de um Hospital Regional com centro de imagens e especialidades;

2- Incentivo para que haja uma parceria para um melhor consórcio intermunicipal;

3- Incentivo para que o atendimento se torne mais ágil, aumento da central de leitos e regulações.;

Educação:

1- Incentivo para implantação de curso técnico agrícola;

2- Incentivo aos cursos universitários.

Emprego:

1- Criação do projeto triangulo do desenvolvimento;

2- Incentivo à instalação de incubadora industriais e tecnológicas;

3- Incentivo à criação de porto seco sul-paranaense;

4- Incentivo a industrialização do tabaco, erva-mate, batata, milho e pecuária;

5- Incentivo ao xisto agrícola;

6- Incentivo fiscal para a criação da zona franca sul paranaense;

7- Incentivo à instalação de gasoduto de Araucária a São Mateus do Sul;

8- Incentivo à implantação de distritos industriais e comerciais nas Rodovias BR 476 e PR 151;

Agricultura:

1- Incentivo à criação do Ceasa regional;

2- Incentivo à agricultura familiar e pecuária;

3- Incentivo para que a legislação ambiental para o manejo da araucária seja revista;

4- Incentivo ao Fumicultor;

Esporte e Lazer:

1- Incentivo para a construção de uma arena multiuso;

2- Incentivo à cultura polonesa e tradicionalista;

3- Fomento a eventos esportivos, culturais e artísticos;

4- Destinação de verba para construção do salão próprio de eventos para a terceira idade;

Conheça sobre o Triângulo do Desenvolvimento:

Trata-se de um conjunto de políticas públicas, novas leis, incentivos fiscais para que a região volta a crescer, pois está estagnada economicamente e não tem crescido nos últimos 30 anos. Vamos mudar a economia da região, baseado no extrativismo, agricultora e tecnologia, tendo presença em todos esses setores. O Triangulo é ligado pela BR 476, BR 153 e BR277, três eixos da região. IRATI > UNIÃO DA VITÓRIA > SÃO MATEUS, que foram o desenvolvimento.

“Diversas pessoas estão indo para fora de São Mateus do Sul e região, para conseguir emprego, pois aqui não tem. Até existe empresas querendo se instalar aqui, porém por algum motivo não conseguem, vou incentivar essa instalação”, aponta o candidato Emerson Bacil. Sobre o entrave para o desenvolvimento socioeconômico da região, ele esboça seu entendimento.

“Falta de vontade, falta de interesse, falta de representatividade, isso que eu vejo trabalhando a anos como advogados, trabalhando há anos a frente de uma das maiores mídias da região. Vejo também que ninguém está a fim de se incomodar estando lá no governo. Somente esses corruptos vêm, pegam os votos, depois se enchem de capangas e mordomias. Eu vou chegar lá e apresentar o corte dessas mazelas”.

“Todos nós sentimos essa falta de comprometimento, essas pessoas que abusam do poder econômico, tem que sair do poder, não aguentamos mais essa falta de comprometimento com o povo”, observou.

Sobre sua formação para exercer o papel de deputado, Emerson Bacil cita sua formação e experiência de vida. “Sou doutor em ciências jurídicas, sou advogado há mais de dez anos, estou há quinze anos a frente de uma empresa, tenho princípios da minha família, consenso, respeito, educação e olho com muito carinho com as pessoas mais humildes e não vou errar”.

“Não posso manchar a imagem e o legado do meu pai Olisses Bacil, não posso comprometer e envergonhar o meu nome e o nome da minha família Bacil e Gielinski. Tenho filhos que estão crescendo aqui na cidade e jamais irei envergonhá-los. Até hoje vivi e morei aqui e não precisei da política e não preciso, estarei lá por uma opção de renovação, ficha limpa e de necessidade, chega de gente de fora, precisamos de representantes nossos, daqui”, completou.

Por fim, o candidato Emerson Bacil pede que as pessoas que estão começando a falar de política, que pensem no futuro de seus filhos. Tem a questão dos autos impostos, da burocratização, é preciso tentar diminuir os impostos estaduais, cortar os tributos que estão sufocando os empresários, segundo ele.

Para tanto, ele se coloca como uma opção nova, da região e com vontade de apresentar um trabalho diferenciado, permanecendo no meio do povo e defendendo questões de necessidades da região. Fazendo de São Mateus do Sul o centro de um triângulo de ações regionais. De Palmeira a União da Vitória, passando por Irati e região, até a Lapa. “Essa será a minha área de defesa na Assembleia, em meu mandato”, garantiu.

Da Redação Portal Cultura Sul FM.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here