Paraná disponibiliza sistemas de gestão e cursos para todos os estados

398

O Governo do Paraná mantém uma série de sistemas que facilitam o trabalho e dão transparência à administração pública. Desenvolvidos pela Secretaria de Estado da Administração e da Previdência, alguns funcionando há mais de uma década, eles passam por aprimoramento constante e estão sendo disponibilizados pelo governo paranaense a todos os estados que tiverem interesse em adotá-los.

São exemplos o e-Protocolo, a Central de Viagens, sistema de gestão de materiais e serviços, de gestão de patrimônio e os cursos da Escola de Gestão. O secretário da Administração e da Previdência, Reinhold Stephanes, afirma que a troca de informações e de experiências é uma das ferramentas mais preciosas da administração pública. “Conhecer o que os outros estão fazendo e, acima de tudo, o que estão fazendo com sucesso, é de suma importância porque nos permite ganhar tempo, sem precisar passar pelo mesmo caminho de construção que alguém já percorreu”, afirma.

Além do e-Protocolo, sistema que já virou referência nacional e que tornou a tramitação processual no Paraná quase que 100% online, o Estado conta com outros sistemas que também podem ser compartilhados. É o caso da Central de Viagens, um sistema gerencial de programação, execução, controle e avaliação de viagens efetuadas por servidores públicos ou outras pessoas que se deslocarem, em viagem, quando do interesse do Estado.

Em cada viagem, a Divisão de Viagens Oficiais realiza uma cotação dos preços e dos horários disponíveis de voo através de um sistema denominado Central de Viagens. Por princípio, a de menor valor é a preferida. Todo o sistema é eletrônico, desde a solicitação até a liberação das diárias.

Em 2019, o sistema registrou 157.748 viagens feitas a um custo médio por viagem de R$ 367,48. De acordo com o secretário Stephanes, a Central permite controle dos deslocamentos e gastos de servidores com viagens, além de primar pela economicidade. “Se as solicitações são feitas com antecedência, a Central consegue preços muito mais atrativos, uma vez que mantemos convênios com as companhias aéreas. Isso gera ainda mais economia para o Estado”, explica.

COMPRAS – As compras públicas do Paraná são gerenciadas pelo sistema de Gestão de Materiais e Serviços (GMS). É uma ferramenta de tecnologia da informação que padroniza os procedimentos licitatórios do Estado do Paraná, garantindo mais agilidade e transparência às práticas adotadas na Administração Direta e Indireta.

Ele armazena dados que possibilitam o planejamento de compras, através dos módulos: Catálogo de Itens, Cadastro de Fornecedor, Fase Interna e Externa de procedimento licitatório, Almoxarifado e Contratos. Essa base de dados é formada por 140 Órgãos e Unidades Administrativas, 503 Almoxarifados, 31.300 fornecedores cadastrados e 36.500 itens catalogados, totalizando 7.884 registros de processos licitatórios.

A diretora do Departamento de Logística para Contratações Públicas, Maria Carmen Carneiro de Melo Albanske, explica que o sistema permite que o Estado tenha informações das compras públicas em cadeia: quem quer, para qual finalidade, para onde vai e qual será a utilização final. “Além disso, o sistema possibilita que todos os registros feitos sejam compartilhados em tempo real no Portal de Transparência do estado do Paraná, dando ainda mais lisura a todo o processo”, explica Carmen.

PATRIMÔNIO – Para gerenciar o patrimônio imobilizado e móvel do Estado, o Paraná conta com dois sistemas, também mantidos pela Secretaria da Administração e Previdência. O Sistema de Gestão de Patrimônio Imobiliário (GPI) foi desenvolvido para atender às necessidades do Estado do Paraná no que se refere a gestão do patrimônio imobiliário da Administração Pública.

Permite o arquivamento e a consulta de informações com maior rapidez e confiabilidade, além integrar as diferentes funções relativas ao patrimônio imobiliário do Estado – jurídica, contábil, administrativa, técnica e decisória – por meio da disponibilidade de mecanismos eficientes e permanentes, que contribuem para o conhecimento da realidade patrimonial e o estabelecimento de ações de gestão para a adequada administração do patrimônio.

Em 2017, o sistema foi aprimorado com o uso de ferramentas geoespaciais e de geoinformação (GeoGPi), o que permite maior eficiência na consulta e manutenção de informações do Sistema GPI.

Para gerir o patrimônio móvel, foi desenvolvido um outro programa, o GPM, que faz cálculo da avaliação dos bens móveis e sua respectiva depreciação. O sistema GPM abrangee o cadastro da incorporação, movimentação, desincorporação dos respectivos patrimônios, além de possibilitar a realização do inventário, reavaliação e a devida depreciação mobiliária.

Box 1
Escola de Gestão tem 30 cursos em EaD disponíveis para os Estados

Além dos programas, o Paraná também disponibiliza a todos os estados os cursos de sua Escola de Gestão (EGP) desenvolvidos através de um projeto em parceria com o Banco Mundial. Ao todo, são 30 cursos em EaD disponíveis na Plataforma Moodle, divididos em 16 trilhas de conhecimento.

Desde a implantação das formações em 2016, o Paraná já capacitou 25 mil servidores através destes cursos. “As formações são voltadas para servidores de nível estratégico, tático e operacional. As formações disponíveis atendem todos os níveis da administração pública. Nossa busca é pelo aprimoramento constante dos servidores com o objetivo maior de bem atender as demandas da população”, explica Aline Justus, diretora da Escola de Gestão do Paraná.

Aline explica que os estados que se interessarem em capacitar seus servidores com os cursos ofertados pela EGP poderão ofertar as formações dentro da plataforma da escola paranaense. “Vai ser aberto um link, os interessados se inscrevem e as certificações sairão pela escola do Paraná”, informa.

Box 2
Confira os 30 cursos da Escola de Gestão

Comunicação Oficial no Contexto Organizacional
Desaposentadoria: redescoberta de talentos
Design Instrucional e Ferramentas EaD
Design Thinking e Resolução de Problemas no Cenário de Inovação e Mudanças
Educação em Serviços Penais Depen
Elaboração de Projetos e Captação de Recursos
e-Protocolo Digital
Gestão da cadeia de suprimentos
Gestão de Armazenamento e Distribuição de Insumos em Saúde
Gestão de Compras em Saúde
Gestão de Contratos em Saúde
Gestão de Convênios em Saúde
Gestão de Desempenho
Gestão de Pessoas para Resultados
Gestão de Processos
Gestão de Projetos
Gestão de serviços públicos
Gestão escolar para resultados
Gestão Estratégica Orientada para Resultados
Gestão para resultados municipais
Governança para Resultados
Integração funcional – fique por dentro do Paraná
Liderança Estratégica
Modelagem de Indicadores
Monitoramento e Avaliação
Orçamento para Resultados
Parcerias e Público-Privadas: como gerar melhores resultados para a sociedade
Planejamento da Demanda de Compras
Planejamento Tático-Operacional: desdobramento do estratégico em planos táticos
Produtividade, Proatividade e Inovação.

Fonte: Agência Estadual de Notícias do Paraná