Suspeito de estelionato do ‘chá do índio’ é detido e reconhecido por vítima

491

Antônio Olinto registrou duas ocorrências de supostos curadores com o chamado ‘chá do índio’ que teriam aplicado golpe em vítimas. Dois veículos foram usados conforme os relatos. Uma S10 e um Santana, de sábado (08/02) até o início desta semana, foram até residências saindo com dinheiro em troca de chá indígena e rezas.

Nesta terça-feira (11/02) um veículo com características do relato de ter cometido estionato passou pelo Departamento da Polícia Militar (PM) de Antônio Olinto e, de imediato, os policiais suspeitaram da S10. Seguiram o trajeto e abordaram o motorista. No interior localizaram porções do tal chá milagroso e ligaram o homem ao relato da cura, com recebimento de dinheiro.

Em um destes relatos, ligado ao Santana, as vítimas supõe têm sido dopadas. Isso após permitir o acesso à moradia e aceitar a dose do tal chá do índio. Os curandeiros voltaram à propriedade e exigiram mais valores sob ameaça de proferir maldades contra os moradores, saindo com dinheiro e cheque pela ameaça e temor imposto.

Na abordagem, além da presença do chá, para a PM o condutor não apresentou Carteira Nacional de Habilitação (CNH), além irregularidade no veículo. Na acareação, com uma vítima, o homem foi reconhecido como um dos indivíduos da cura, seguida de apropriação financeira. Diante dos fatos, a S10 foi recolhida e o suposto estionatário conduzido para a 3ª Subdivisão Policial (SDP) de São Mateus do Sul.

A PM busca pelo Santana, na suspeita de haver ligação entre o detido, a S10 e os supostos estionatos praticados. Qualquer informação da população, sobre a passagem deste automóvel estranho pode ser repassada para a Polícia Militar ou Civil.

Da redação com informações da PM

Mulher é vítima de estelionato no interior de Antonio Olinto