Sem Neymar, Brasil tenta manter escrita de nunca ter perdido a Copa América em casa

0
126

O Brasil chega para a Copa América deste ano com a missão de manter a escrita de sempre ser campeão quando foi sede do torneio. Foi assim em 1919, 1922, 1949 e há trinta anos, em 1989, quando os brasileiros conquistaram o título no Maracanã, mesmo local onde podem levantar a taça neste ano.

Foto: Reprodução Twitter

A seleção brasileira sempre é favorita para conquistar o título da Copa América, nem sempre pelo desempenho em campo, mas pela tradição. E talvez seja assim dessa vez. O Brasil vai sediar a competição e conta com o apoio da torcida para conquistar o seu nono troféu sul-americano na história.

Desde que o técnico Tite assumiu o Brasil, esse é um dos momentos de maior instabilidade da seleção. Além de não apresentar um futebol que enche os olhos, a seleção também enfrenta problemas fora das quatro linhas. Durante a preparação para a Copa América, o atacante Neymar foi acusado de estupro por uma modelo. Com o caso sempre na mídia e até a presença da polícia na Granja Comary, o ambiente na seleção ficou tenso.

Entre os convocados, uma mistura de medalhões com jovens que estão despontando. Entre os 23 convocados, 14 são remanescentes da Copa do Mundo de 2018: Alisson, Ederson, Cássio, Marquinhos, Thiago Silva, Fagner, Filipe Luís, Miranda, Coutinho, Casemiro, Fernandinho, Firmino, Gabriel Jesus e Neymar, que acabou cortado e sendo substituído por Willian, outro que atuou nos gramados russos. Em meio aos que possuem pouca experiência na seleção principal, estão o zagueiro Militão, o meia Lucas Paquetá e os atacantes Everton Cebolinha, David Neres e Richarlison.

Na preparação para o torneio, o Brasil realizou dois amistosos. O primeiro, em Brasília, quando venceu o Catar por dois a zero, gols de Richarlison e Gabriel Jesus. Foi neste jogo, logo aos 16 minutos do primeiro tempo, que Neymar torceu o tornozelo e saiu de campo machucado.

A contusão fez com que o jogador fosse cortado da lista para a Copa América.
Apesar de não ser motivo para comemoração, é inegável que o corte do atacante do PSG pode fazer bem para a seleção brasileira, que passou a ter mais tranquilidade para trabalhar.

O outro amistoso foi disputado em Porto Alegre, contra Honduras, já sem Neymar. Diante de um adversário fraco, os brasileiros tiveram uma boa atuação e golearam por sete a zero, com gols de Richarlison, Roberto Firmino, David Neres, Philippe Coutinho, Thiago Silva e Gabriel Jesus (2).

O Brasil está no grupo A da Copa América e terá como adversários na primeira fase Bolívia, Peru e Venezuela. Os brasileiros estreiam nesta sexta-feira (14) contra a seleção boliviana, no Morumbi, em São Paulo. O segundo adversário será a seleção venezuelana, na Fonte Nova, em Salvador. O Brasil fecha a sua participação na fase de grupos contra o Peru, na Arena Corinthians, em São Paulo.

Com um time equilibrado e sem a presença de Neymar, a força coletiva e obediência tática devem ser a principal característica do time brasileiro. Entre os candidatos a destaque do Brasil na competição, está o atacante Roberto Firmino, campeão da Liga dos Campeões com o Liverpool. Um dos principais jogadores do time inglês na conquista europeia, Firmino atua como garçom e fazedor de gols. Na última temporada foram 16 gols e oito assistências em 48 partidas.

Foto: Ítalo Novaes - Agência do Rádio Mais

O Brasil já foi campeão da Copa América oito vezes, a última delas na Venezuela, em 2007. Dessas conquistas, a seleção brasileira possui 100% de aproveitamento em casa. Foram quatro títulos nas quatro vezes em que os brasileiros foram sede da competição, nos anos de 1919, 1922, 1949 e 1989.

Neste ano, o torneio terá cinco cidades-sede. As partidas serão disputadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Porto Alegre e Salvador. A abertura da competição será no estádio do Morumbi e a final será disputada no Maracanã, no dia sete de julho. Além desses estádios, a Arena Corinthians, a Arena do Grêmio, o Mineirão e a Fonte Nova também irão receber partidas da competição.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome