Condenado por fraude fiscal na Espanha, Cristiano Ronaldo terá que pagar multa de R$ 80 milhões

Cristiano Ronaldo era acusado de não ter pago 5 milhões e 700 mil euros, algo em torno de 24 milhões de reais, ao Fisco espanhol entre 2011 e 2014.

0
25

O atacante português Cristiano Ronaldo, de 33 anos, se declarou culpado pelo crime de fraude fiscal, em audiência no Tribunal Provincial de Madrid, nesta terça-feira (22). O reconhecimento da culpa faz parte de um acordo dos advogados do jogador com o Ministério Público espanhol. Por conta disso, o jogador da Juventus não vai precisar cumprir a sentença de 23 meses de prisão.

O acordo, no entanto, não exime CR7 de pagar uma multa milionária. O gajo terá que devolver aos cofres espanhóis cerca de 18 milhões de euros, o que equivale a 80 milhões de reais, entre juros e multa.

Cristiano Ronaldo era acusado de não ter pago 5 milhões e 700 mil euros, algo em torno de 24 milhões de reais, ao Fisco espanhol entre 2011 e 2014, quando atuava pelo Real Madrid.

Essa não é a única batalha judicial que o jogador tem travado. O português também é acusado de estupro nos Estados Unidos. Kathryn Mayorga, de 34 anos, afirmou à revista alemã Der Spiegel que ele teria a violentado em junho de 2009, em um hotel de Las Vegas. No início do ano, autoridades norte-americanas emitiram mandado para recolher amostras de DNA do atacante da Juventus.

Reportagem, Mariana Fraga

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário
Digite seu nome